terça-feira, 8 de setembro de 2015

Navarro entra na briga do Top 10 de artilheiros estrangeiros do Botafogo


Atacante já fez seis gols em sete partidas com a camisa alvinegra nesta temporada



Navarro em ação contra o Vitória
(foto:Felipe Oliveira/AGIF/LANCE!Press)
Virar ídolo de um grande clube é o sonho de qualquer jogador. Com um início arrasador, o atacante Navarro começa a trilhar um bom caminho para entrar na história do Botafogo. Ele superou os primeiros passos de Loco Abreu com a camisa alvinegra, ao fazer seis gols em sete jogos, e já se aproxima da lista dos dez maiores artilheiros estrangeiros de todos os tempos do clube (veja abaixo).


É com esta empolgação do bom momento do uruguaio que o Glorioso recebe o Paraná, nesta terça-feira, às 19h, no Estádio Nilton Santos, pela 24ª rodada da Série B do Brasileiro.

Novamente, o gringo será a referência do ataque alvinegro. Ele surpreendeu a todos pelo início arrasador, incluindo até mesmo o técnico Ricardo Gomes. O treinador alvinegro comentou que o comandado não é muito habilidoso, mas que consegue se posicionar muito bem para colocar a bola na rede.

Para entrar na lista dos dez maiores goleadores estrangeiros da história do clube, Navarro ainda precisa se esforçar, mas as chances são boas. O décimo colocado deste grupo é o ucraniano Eugenio Chemp, que atuou pelo clube em meados da década de 30 e depois se naturalizou brasileiro. O europeu fez 15 gols em 42 jogos com a camisa alvinegra.

Ou seja, Navarro ainda precisa fazer nove gols para figurar neste Top 10. Porém, se mantiver a boa média inicial, ele pode atingir esta marca na Série B, já que restam 15 jogos.

Humilde nas entrevistas, Navarro comenta que o bom entrosamento com o elenco tem sido decisivo para ele deslanchar com muitos gols.

– Isso é importante. O grupo é espetacular e todos me receberam muito bem no Botafogo. O time tem muita técnica, com bons jogadores na defesa e no meio, o que ajuda o trabalho na frente – afirmou.

Líder da Série B com 42 pontos, o Botafogo do artilheiro uruguaio pode abrir boa vantagem na liderança se conseguir nova vitória em casa, diante do Tricolor.

CONFIRA A LISTA DOS DEZ MAIORES ARTILHEIROS ESTRANGEIROS DA HISTÓRIA DO BOTAFOGO:

1º Fischer
O argentino El Lobo é o maior goleador estrangeiro do clube, com 68 gols em 180 partidas nos anos 70.

2º Loco Abreu
O uruguaio fez história no Glorioso, com 63 gols em 108 jogos pelo clube e virou ídolo.

3º Herrera
O argentino famoso pela raça fez 51 gols em 142 jogos com a camisa alvinegra, entre 2010 e 2012.

4º González
O argentino atuou no clube na década de 40 e fez 26 gols em 52 jogos, média de um a cada duas partidas.

5º Alarcón
O argentino foi um dos primeiros. Atuou no Alvinegro na década de 40 e fez 25 gols em 44 jogos pelo clube.

6º Seedorf
Clarence Seedorf não era atacante como os outros citados antes, mas fez 24 gols em 81 jogos no Botafogo.

7º Franquito
O ponta-esquerda uruguaio atuou no Glorioso nos anos 40 e fez 23 gols em 53 jogos – 0,43 por partida.

8º Lodeiro
O meia uruguaio fez 17 gols em 84 partidas pelo Botafogo e dividiu opiniões na torcida alvinegra.

9º Valsecchi
O atacante argentino atuou no clube nos anos 40 e fez 16 gols gols em só 19 partidas – 0,84 por partida

10º Chemp
O único europeu desta lista era ucraniano e atuou no Botafogo na década de 30. Fez 15 gols em 42 jogos.

Últimos gringos não engrenaram

O paraguaio Zeballos e o o argentino El Tanque Ferreyra não deixaram saudades no Botafogo. Curiosamente, o primeiro não teve números ruins. Ele fez nove gols em 36 partidas com a camisa alvinegra, mas ficou boa parte do ano passado no banco de reservas. Já o segundo chegou com status de titular, mas passou boa parte do ano no departamento médico, com apenas cinco gols em 24 jogos.


Vinicius Perazzini e Paulo Victor Reis -  LANCENET!