quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Jefferson afirma que arbitragem foi ao vestiário se desculpar por pênalti


Abatido com a derrota para o Ceará no Engenhão, goleiro se diz indignado com o lance e afirma que 4º árbitro o procurou para pedir desculpas após a partida




Mais do que a derrota para o Ceará, a maneira como ela aconteceu indignou os jogadores do Botafogo. Com um pênalti duvidoso de Jefferson em Alex Amado, os cearenses venceram por 1 a 0 e acabaram com a invencibilidade alvinegra de nove jogos. O lance chateou o goleiro, que revelou, após a partida, ter recebido no vestiário do Engenhão a visita do 4º árbitro Leandro Newley Ferreira Belota para se desculpar pela marcação.

- Os árbitros têm que ficar mais atentos. Infelizmente, o árbitro (Diego Almeida Real) caiu na do atacante. O quarto arbitro foi ao vestiário e reconheceu que não foi pênalti. Falei com ele: “ Vocês viram o lance e, infelizmente, vocês erraram”. Ele reconheceu e disse que o árbitro estava chateado porque viu que não foi pênalti – comentou Jefferson.

Jefferson nega ter cometido pênalti em Alex Amado (Foto: Estadão Conteúdo)
Visivelmente abatido com o lance polêmico, Jefferson negou ter derrubado Alex Amado no lance.

- De maneira nenhuma. Todo mundo viu o lance. O jogador do Ceará deu um tapa, a bola foi lá para a bandeirinha de escanteio. Ele veio cavando, e eu fui com a mão levantada. Mas o árbitro foi na dele. Ficou um clima triste no vestiário. Queríamos a vitória. Mas também um clima de indignação. Eu não sou de falar de arbitragem. Mas hoje com certeza ela interferiu no resultado. Todos viram que não foi pênalti. Em um jogo difícil como esse, dar um pênalti daqueles, desestabiliza qualquer equipe – lamentou Jefferson.


Apesar da derrota, o Botafogo segue líder da Série B do Campeonato Brasileiro, com 59 pontos. No sábado, o time volta a campo e enfrenta o Náutico, na Arena Pernambuco.

Por Jessica Mello e Marcelo Baltar Rio de Janeiro/GE