terça-feira, 17 de novembro de 2015

Botafogo busca paraguaio Benítez para reforçar ataque em 2016


Jogador de 28 anos disputou a final da Libertadores no ano passado, pelo Nacional-PAR. Em 2015, ele chegou à semifinal com o Guaraní-PAR, seu atual clube




Julian Benítez interessa ao Botafogo para
 2016 (Foto: Conmebol.com)
O Botafogo direcionou para o mercado da América do Sul grande parte de sua mira na busca por reforços. Julián Benítez tem negociação aberta com a diretoria alvinegra e pode ser uma cara nova para a equipe que vai novamente disputar a Série A em 2016. O atacante paraguaio tem 28 anos e atualmente defende o Guaraní.


Benítez disputou as duas últimas Libertadores. Em 2014, atuou pelo Nacional do Paraguai contra o San Lorenzo, e neste ano foi titular do ataque do Guaraní, derrotado pelo River Plate nas semifinais. Nas oitavas de final, o atacante foi titular nas duas partidas que eliminaram o Corinthians da competição.


Ele marcou três gols nos 12 jogos que disputou pela Libertadores de 2015. Aliás, embora seja atacante, Benítez não é considerado um homem-gol. O jogador costuma atuar mais pelos lados do campo e em algumas ocasiões pode ser escalado como meia.


Benítez (à direita), pelo Nacional-PAR, na final da
 Libertadores de 2014, contra o San Lorenzo (Foto: AP)
Buscar um atacante com essas características passou a ser uma necessidade a partir do momento em que a permanência de Neilton ficou difícil. O jogador pertence ao Cruzeiro, que concorda com a possibilidade de manter o empréstimo somente se o Botafogo passar a bancar a maior parte do salário. Neste momento, a diretoria alvinegra julga essa hipótese praticamente impossível.


Além de Benítez, outros jogadores sul-americanos interessam ao Botafogo. O clube já negocia com o meia argentino Emiliano Vecchio, do Colo Colo do Chile, e observa outros estrangeiros, principalmente para a posição de centroavante.


Por Gustavo Rotstein Rio de Janeiro/GE