quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Garçom da Série B, Luisinho, do Santa Cruz, entra no radar do Botafogo


Um dos destaques de jogo do último sábado, no Estádio Nilton Santos, meia de 24 anos impressiona comissão técnica alvinegra






Luisinho pode ser novidade do Botafogo na próxima
 temporada (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)
O Botafogo observa com atenção nomes pouco conhecidos em clubes da América do Sul para reforçar sua equipe em 2016. Mas, ao mesmo tempo, analisa talentos que se destacam na Série B deste ano. Um deles é o meia Luisinho, do Santa Cruz, que está na mira do Alvinegro para a próxima temporada.


O jogador tem 24 anos e é uma das revelações do Campeonato Brasileiro. Luisinho lidera o ranking de assistências na competição, brigando com o alvinegro Daniel Carvalho. Foram 11 no total, sendo que a última delas foi para o segundo gol do Santa Cruz na vitória sobre o Botafogo, no último sábado, no Estádio Nilton Santos(assista ao vídeo abaixo). Luisinho, aliás, não fica atrás quando se trata de fazer os gols. Ele marcou sete na Série B – o mesmo número do centroavante Grafite – e fica atrás apenas de Anderson Aquino, com 10.




A atuação de Luisinho no sábado chamou ainda mais a atenção da comissão técnica do Botafogo, que já vinha observando o jogador com carinho. Ele tem contrato com o Santa Cruz até dezembro, o que possibilita uma transferência sem custos para o clube em 2016. Os primeiros contatos foram feitos com os representantes do atleta, mas, por ora, a diretoria alvinegra não confirma e não se pronuncia sobre o assunto. No entanto, no clube comenta-se a possibilidade do envio de uma proposta oficial na próxima semana.


Nascido em Curitiba, Luisinho atuou na base do Goiás e estreou como profissional no Paraná Clube, pelo qual atuou até o ano passado. Em seguida foi emprestado ao Bragantino, e, no primeiro semestre de 2015 defendeu o Atlético-GO antes de ser contratado pelo Santa Cruz.


A lista de possíveis reforços do Botafogo conta com o meia argentino Emiliano Vecchio e com o atacante paraguaio Julián Benítez. Outra possibilidade estrangeira para o ataque é Viatri, do Banfield, que foi oferecido. O meia Camilo, da Chapecoense, foi procurado pelo clube, mas ainda não houve um acerto salarial.


Por Gustavo Rotstein e Marcelo Baltar Rio de Janeiro/GE