terça-feira, 1 de março de 2016

Mal nos treinos e bem nos jogos? Carli alega: "É diferente com companheiro"


Zagueiro argentino ri ao se explicar pela declaração de Ricardo Gomes, vê Botafogo como um dos favoritos no Carioca e diz que gosta de jogar clássicos: "Tem um 'plus'"





Carli mostrou bom-humor com declaração de Ricardo
 Gomes (Foto: Armando Paiva/Agif/Estadão Conteúdo)
Na semana passada, Ricardo Gomes chamou a atenção ao falar sobre Carli em entrevista coletiva. O Técnico do Botafogo admitiu que não sentia muita confiança no zagueiro argentino de 29 anos nos treinos, mas tirou o chapéu para o reforço pelo seu desempenho nos jogos. E olha que não foram quaisquer jogos: ele foi titular nos clássicos contra Fluminense e Vasco e teve grandes atuações diante de adversários como Fred e Nenê. O xerifão admitiu gostar de partidas grandes pela rivalidade, colocou o Alvinegro como um dos favoritos ao título do Campeonato Carioca e, ao ser questionado sobre a declaração do técnico, riu e se defendeu. Deu a entender que não pode disputar com a mesma intensidade quando joga contra os companheiros.


- (Risos) Se falou muito sobre isso. Bem, é diferente jogar da mesma forma no treino com um companheiro, do que jogar por pontos contra um determinado rival. Por aí veja a diferença. Os clássicos tem um "plus", mas somos profissionais e temos que jogar igual em todas as partidas. Somos uma equipe em formação, mas obviamente pelos resultados e por ser um time grande temos o compromisso de brigar pelo campeonato - afirmou.


Com um problema muscular de Renan Fonseca, Carli entrou e assumiu de vez a condição de titular ao lado do jovem Emerson, autor do gol de empate domingo diante do Vasco em São Januário. O argentino elogiou a cobrança de falta do companheiro e disse que costuma orientar o garoto de 20 anos tanto dentro quanto fora de campo.


- Fez um golaço. Falo muito com ele, tanto dentro como fora de campo para formar uma relação que é importante, como tenho com todos os companheiros. Isso faz com que fiquemos melhor no jogo - avaliou.


Já classificado, o Botafogo cumpre tabela no próximo domingo contra o invicto Boavista, às 16h (de Brasília), em São Januário. Ricardo Gomes ainda vai decidir se irá poupar jogadores, mas se quiser dar ritmo ao time e manter a formação, terá que achar um substituto para Airton, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. As opções para a posição são Lucas Zen, Dierson e Matheus Fernandes, mas há a alternativa de mudar o esquema, voltar a usar Rodrigo Lindoso como primeiro volante e entrar com Fernandes avançado, ou um próprio meia para ser mais ofensivo.

Por Thiago Lima/Rio de Janeiro/ge