quarta-feira, 30 de março de 2016

Pressionado no G-4, Botafogo encara Voltaço, pedra no sapato dos grandes



Alvinegro tenta voltar a vencer e se manter na zona de classificação contra único time de menor investimento a superar os maiores: já ganhou de Flamengo e Fluminense



Montagem de Capa do GE
Às 19h30 (de Brasília) desta quarta-feira, em São Januário, o Botafogo é o próximo desafiante do Volta Redonda, que vem sendo pedra no sapato dos principais clubes do Rio de Janeiro no Campeonato Carioca. O Voltaço, que tem o artilheiro do estadual (Tiago Amaral, com 9 gols), é o único dos times de menor investimento a aprontar para cima dos grandes: já venceu Flamengo (1 a 0) e Fluminense (3 a 1) e só perdeu do Vasco (2 a 0), na primeira fase. Para o Alvinegro, que entra em campo pressionado para não sair do G-4, os números são favoráveis: a equipe ganhou todos os sete confrontos que fez contra os "pequenos" até agora na competição, e além disso não sabe o que é perder para o adversário amarelo e preto há sete anos: de lá para cá, foram quatro vitórias e dois empates em seis partidas.



SAIBA MAIS
Veja a tabela completa do Carioca 2016
Saiba como comprar ingressos para partida


O Botafogo tenta deixar para trás a derrota para o Vasco no último domingo, que fez o time de Ricardo Gomes perder a invencibilidade no Carioca. Para isso, precisa calibrar o pé. Pior ataque entre os quatro grandes, a equipe vem sofrendo com a pontaria, maior deficiência no último clássico. E voltar a vencer virou obrigação por causa da tabela: restando quatro rodadas, o Alvinegro corre o risco de sair do G-4 e pode entrar em campo já fora da zona de classificação para a semifinal se o Boavista vencer o Madureira às 15h30, em Bacaxá.


Embalado com duas vitórias seguidas na Taça Guanabara, o Volta Redonda ocupa a vice-liderança, com 6 pontos, e pode chegar ao topo da tabela nesta rodada. Sem desfalques, o treinador Felipe Surian tem todo elenco à disposição e deve lançar Rafael Pernão entre os titulares. Autor do gol da vitória diante do Flamengo, o meia teve atuação destacada e conseguiu dar nova dinâmica ao time no segundo tempo. Destaques da campanha no Carioca, Vinícius Pacheco e Tiago Amaral estão confirmados pelo treinador.


Carlos Eduardo Nunes Braga apita a partida, auxiliado por Francisco Pereira de Sousa e João Luis Coelho de Albuquerque. O Premiere transmite o jogo para todo o Brasil, e o GloboEsporte.com acompanha o duelo em Tempo Real, com vídeos.





Botafogo: Ricardo Gomes faz mistério. Ele provavelmente não terá Emerson, que sente dores na coxa direita e não treinou esta semana. No último treino, o comandante escondeu o substituto do jovem ao fazer uma atividade sem zagueiros e despistou sobre escalação ao usar um a mais no time. A única certeza é que Fernandes substituirá Airton, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. A tendência é que joguem Jefferson, Diego, Carli, Renan Fonseca (Emerson Silva) e Diogo Barbosa; Rodrigo Lindoso, Fernandes, Bruno Silva e Gegê; Salgueiro e Ribamar.

Volta Redonda: de acordo com o que foi apresentado no último treino, no CT Oscar Cardoso, uma das opções no banco de reservas será Hugo, titular na última rodada. Com rapidez na hora de puxar os contra-ataques, a comissão técnica enxerga a velocidade do atacante como arma que pode ser utilizada principalmente na parte final da partida, dependendo do andamento do confronto. A provável escalação tem: Mota; Luís Gustavo, Luan, Maílson e Cristiano; Bruno Barra, Marcelo e Vinícius Pacheco; Rafael Pernão, Dija Baiano e Tiago Amaral.






Botafogo: Airton está suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Luis Ricardo se recupera de uma lesão muscular na coxa direita, e Sassá segue em fase final do tratamento de uma cirurgia no ligamento do joelho esquerdo e só retorna ao time no Brasileiro.


Volta Redonda: ninguém.



Botafogo: Bruno Silva.


Volta Redonda: Bruno Barra e Niltinho.


Por GloboEsporte.com/Rio de Janeiro/GE