sexta-feira, 4 de março de 2016

Ribamar recebe aumento substancial e renova com o Botafogo até 2018


Depois de ser chamado às pressas para a pré-temporada com a missão de "tapar buraco" de centroavantes, jovem de 18 anos ganha contrato de nível profissional



Nem mesmo o sonho mais doce do jovem Ribamar poderia vislumbrar um início de ano tão intenso. A temporada pintava como uma oportunidade para o atacante se destacar ainda mais nos juniores e só depois disso almejar uma vaga no profissional do Botafogo. Porém, tudo isso - e muito mais - aconteceu em apenas três meses. O ápice foi nos últimos dias. Ribamar renovou vínculo com o Alvinegro até 2018. E mais: ganhou um aumento salarial substancial, que coloca o contrato em linha com o time profissional.

Ribamar comemora gol contra o Fluminense. Foi o primeiro na equipe profissional (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Ribamar iniciou a temporada ainda no time de juniores do Botafogo, onde é considerado uma joia da categoria. Porém, uma conjunção de problemas - para o Alvinegro - mudou o destino do atacante. A dificuldade em encontrar jogadores para a posição e as saídas de Henrique Almeida e Álvaro Navarro fizeram com que a comissão técnica chamasse às pressas Ribamar para completar o elenco na pré-temporada. O time tinha apenas Luis Henrique como centroavante.

O ano de 2016 para Ribamar

Jogos como titular: 3
Jogos que entrou no decorrer: 4
Gols: 1 (contra o Fluminense)


Porém, o jogador, que era apenas um "tapa buraco", foi se transformando em uma peça importante para o elenco principal. Já na pré-temporada realizada no Espírito Santo, Ribamar mostrou que não estava disposto a deixar o posto no plantel principal. Teve bom rendimento e arrancou elogios do técnico Ricardo Gomes, que já aproveitou para testá-lo no amistoso contra a Desportiva.


O tempo passou e o Campeonato Carioca começou. Botafogo ainda mostrava - e mostra - dificuldades em acertar com um centroavante de renome. Mesmo tendo que disputar posição com Luís Henrique, uma joia ainda mais badalada das categorias de base, Ribamar foi ganhando espaço e conseguiu chegar ao time titular na partida contra o Macaé, justamente no lugar do companheiro. Em seguida, voltou para o banco, mas seguiu entrando no decorrer de todas as partidas. No clássico contra o Flu, voltou aos 11 iniciais junto com Luís Henrique. E mostrou estrela: marcou o primeiro gol como profissional. Contra o Vasco também começou jogando.




Ribamar inclusive foi testado nesta quinta-feira na equipe titular e deve sair jogando contra o Boavista, no domingo, em São Januário. Recentemente, o jovem atacante ainda estava cotado para integrar o sub-20 ao longo do ano. Entretanto, o destino do jogador já mostrou não ser um simpatizante da expressão planejamento pragmático. Alguém arrisca algum palpite?

Por Chandy Teixeira e Thiago Lima/Rio de Janeiro/GE