quinta-feira, 21 de abril de 2016

Bota dispensa Erick e buscará novos clubes para jogadores emprestados


Destaque do América do Carioca, lateral-direito não tem contrato renovado e fica livre no mercado. Mauro Gabriel volta para sub-20, e demais não devem ser aproveitados



Autor de três assistências, Erick se salvou na queda
 do América (Foto: Raffa Tamburini / America Rio)
Enquanto mapeia o mercado atrás de reforços para o Campeonato Brasileiro, o Botafogo já começou a receber de volta jogadores que estavam emprestados durante o Carioca. Mas nenhum deles deve ser aproveitado no elenco principal, e a tendência é que sejam cedidos novamente a outras equipes. Os únicos casos diferentes são os de Erick Brendon e de Mauro Gabriel. O lateral-direito de 20 anos, que se destacou pelo América e deu três assistências na competição, não teve seu contrato renovado pelo Alvinegro, enquanto o meia de 19 anos foi reintegrado aos juniores para disputar o segundo turno do estadual da categoria.


Erick foi chamado em General Severiano na última terça-feira pelo gerente de futebol Antônio Lopes. A 10 dias do fim de seu vínculo, o jovem, que estava há sete anos no clube, apresentou-se preparado para começar a treinar pela primeira vez no profissional do Botafogo após ter sido bicampeão carioca e do Torneio Otávio Pinto Guimarães (OPG) pela base. Mas o dirigente - o mesmo que telefonou para elogiar o garoto na primeira fase do Carioca - alegou que Ricardo Gomes já tem muitas opções na lateral direita e comunicou a dispensa do jogador, do qual o clube era dono de 70% dos direitos econômicos. Agora livre no mercado, o ala lamenta a falta de reconhecimento e espera ofertas para voltar a jogar por outras equipes.


- Foram sete anos no Botafogo, não deram tanto valor pelo que fiz na base até agora. Sempre fui capitão, o Diego (reserva imediato de Luis Ricardo) sempre foi meu reserva desde 2009. Não sei o que aconteceu. Achei que iriam renovar, mas bola para frente. Eu sonho grande, penso em jogar um Brasileiro. Pelo campeonato que fiz, estou confiante que vai aparecer alguma coisa melhor - almejou Erick, que acredita ter mostrado serviço mesmo com a campanha ruim na Taça Rio e que o rebaixamento do América não influenciou na sua dispensa do Alvinegro.

Direitos econômicos do Bota:

Andreazzi (volante)
- percentagem: 0%
- contrato: dezembro 2017

André Luis (atacante)
- percentagem: 30%
- contrato: dezembro 2016

Matheus Menezes (zagueiro)
- percentagem: 20%
- contrato: dezembro 2016

Mauro Gabriel (meia)
- percentagem: 75%
- contrato: dezembro 2016

Milton Raphael (goleiro)
- percentagem: 65%
- contrato: dezembro 2016

Pablo Andrade (lateral-esquerdo)
- percentagem: 70%
- contrato: fevereiro 2017

Paulo Ricardo (atacante)
- percentagem: 60%
- contrato: dezembro 2016

Vinícius Tanque (atacante)
- percentagem: 60%
- contrato: dezembro 2017



Mauro Gabriel, por sua vez, ainda tem contrato até dezembro e voltará aos juniores para a disputa do segundo turno do Carioca depois de passagens discreta pelos profissionais do Volta Redonda e do Gonçalense nos últimos meses. No Voltaço, o ex-camisa 10 da base chegou com status de joia, mas recebeu poucas oportunidades e pediu para retornar. Já na equipe de São Gonçalo, o meia começou como titular, no entanto, a parceria do clube em que usava garotos dos juniores do Botafogo durou pouco. Ele, entretanto, valorizou as curtas experiências e os primeiros passos em cima.


- Tive a oportunidade de passar por Volta Redonda e Gonçalense. Foram experiência muito boas. No Volta Redonda deu problema na documentação, então a Manoel Renha (diretor das categorias de base alvinegras) achou melhor eu voltar. Vou jogar o segundo turno do Carioca Sub-20 e ajudar o time, que está muito bem. Pretendo fazer meu papel, jogar bem, mostrar minha qualidade e mostrar que eu continuo sendo o mesmo moleque que o Botafogo sempre gostou. Estou no clube desde os seis anos e pretendo renovar.


Outro que voltou antes do término do empréstimo a General Severiano foi Andreazzi. O volante de 21 anos, que tem contrato até o final de 2017, machucou antes de estrear na Cabofriense, voltou para operar o menisco do joelho esquerdo no Botafogo e já está recuperado e treinando normalmente com o restante do elenco. Porém, como a concorrência no seu setor é grande, são poucas as chances de ser aproveitado. Com o fim da participação de América e Bangu no Carioca, os próximos a retornar são o zagueiro Matheus Menezes, de 25 anos e com vínculo até dezembro, e o lateral-esquerdo Pablo Andrade, de 22 e com contrato até fevereiro de 2017.


O atacante Paulo Ricardo, de 21 anos e que estava no Boavista, também foi visto recentemente em General Severiano. Já o goleiro Milton Raphael, de 24, e o atacante André Luis, também de 21, têm contrato até 9 de maio na equipe de Saquarema e vão disputar a semifinal da Taça Rio - o trio tem vínculo com o Botafogo até o final de 2016. Por fim, o atacante Vinícius Tanque, outro de 21 anos, é mais um que irá retornar depois de o Volta Redonda também tentar o título do segundo turno do estadual. O garoto é o reserva imediato de Tiago Amaral, artilheiro do Carioca, e não vem tendo espaços para jogar. Classificado para a Série D do Brasileiro, o Voltaço não descarta tentar uma renovação com o jovem, que tem contrato no Alvinegro até o fim de 2017.


Fonte: GE/Por Marcelo Baltar e Thiago Lima*Rio de Janeiro*Colaborou: Vinicius Lima.