terça-feira, 17 de maio de 2016

Com ataque em baixa, Botafogo tem treino voltado às finalizações


Ricardo Gomes não dá pistas da equipe que pretende mandar a campo contra o Juazeirense, quinta-feira em Los Lários. Emerson e Octávio treinam normalmente




Emerson treinou normalmente e deve voltar ao time contra
 Juazeirense na quinta (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)
Se está difícil achar o gol, o remédio é treinar. Na tarde desta terça-feira, em General Severiano, os jogadores do Botafogo treinaram finalizações em exaustão. Os chutes a gol deram o tom da atividade. Durante pouco mais de uma hora, o elenco realizou atividades de jogadas ensaiadas de ataque e chutes a gol. Meias e atacantes tiveram atenção especial do técnico Ricardo Gomes e dos auxiliares Jair Ventura e Luis Octávio.


Em parte da atividade, Jair Ventura funcionou como um zagueiro. Em velocidades, os atacantes tinham que se livrar do auxiliar e finalizar a gol, defendido ora por Helton Leite, ora por Saulo. A falta de gols vem sendo um problema crônico do Botafogo na temporada. O time cria, tem oportunidades, mas encontra dificuldades para marcar. Ricardo Gomes, no entanto, não esboçou o time para a partida contra o Juazeirense, na quinta-feira. Na primeira parte da atividade técnica, em campo reduzido, titulares e reservas misturados realizaram um treino de dois toques.


Com lesão na coxa esquerda, Carli não foi a campo nesta terça. Por outro lado, Emerson e Octávio treinaram normalmente e devem ficar à disposição para quinta. A equipe sem colete treinou com Diego, Emerson, Renan Fonseca, Diérson, Bruno Silva, Lindoso, Neilton, Sassá e Luís Henrique. O outro time, com coletes, teve Emerson Silva,Victor Luis, Octávio, Lizio, Salgueiro e Ribamar.

O Botafogo volta a treinar na tarde desta quarta-feira, em General Severiano. Na quinta, às 21h30 (de Brasília), o time enfrenta o Juazeirense, em Los Larios, em Xerém, Duque de Caxias. Como venceu o jogo de ida por 2 a 1, o Botafogo joga pela empate para avançar na competição.


Fonte: GE/Por Gabriela Pantaleão e Marcelo Baltar/Rio de Janeiro