terça-feira, 7 de junho de 2016

Exame aponta lesão no pé direito, e Canales só deve estrear em um mês


Mesmo com a necessidade de tratamento, jogador vai assinar com o Botafogo até o fim de 2017




Canales assina até 2017 (Foto: Twitter / Botafogo)
O torcedor alvinegro terá de esperar para ver seu novo camisa 9 em campo. Exames apontaram a necessidade de tratamento no pé direito de Canales. O problema, porém, não vai impedir o chileno de assinar contrato até o fim de 2017, mas a previsão é que o atacante só esteja à disposição de Ricardo Gomes em um mês. A notícia foi dada na manhã desta terça-feira por Luiz Fernando Medeiros, coordenador médico do clube.

- Em relação ao Canales, ele fez os exames médicos na sexta e no sábado. No ponto de vista clinico e cardiológico não há nenhum problema. No ponto de vista ortopédico, ele sofreu algumas lesões que estão recuperadas. Mas ele ainda tem problema no pé direito que exige um pouco de cautela. Esse prazo deve ser de um mês, quando ele estará liberado para treinar com o grupo.

Canales foi a General Severiano e trabalhou na academia. Ele tem 17 gols em 32 jogos na atual temporada do futebol chileno, de julho de 2015 até junho de 2016. Mas nesse ano, disputou somente 11 partidas, balançou a rede três vezes e teve seu condicionamento físico questionado pela imprensa do Chile - jornalistas do país, em contato com o GloboEsporte.com, relataram seguidas lesões no joelho e no tornozelo do centroavante.

O centroavante, que já foi carrasco do Botafogo na Libertadores de 2014, nasceu na Argentina, mas se naturalizou e, inclusive, já foi convocado para a seleção do Chile em duas ocasiões. O novo camisa 9 alvinegro é o nono reforço pós-Carioca. Antes, já foram anunciado os atacantes Rodrigo Pimpão (ex-Emirates Club), Anderson Aquino (ex-Linense) e Geovane Maranhão (ex-Madureira); os meias Marquinho (ex-Macaé) e Camilo (ex-Al Shabab), o volante Dudu Cearense (ex-Fortaleza), o lateral-esquerdo Victor Luis (ex-Palmeiras) e o goleiro Sidão (ex-Audax). O gringo, assim como Camilo e Pimpão, só poderá jogar após a abertura da janela de transferência internacional, no dia 20 de junho.


Fonte: GE/Por Marcelo Baltar/Rio de Janeiro