domingo, 26 de junho de 2016

Território inimigo? Bota volta à casa do Inter com a fama de visitante indigesto


Alvinegro possui retrospecto de igual para igual contra o Colorado no Beira-Rio e se inspira nos números e na estreia de Camilo para tentar sair do Z-4 pela terceira vez





O Beira-Rio é um palco que costuma assustar os seus adversários, mas o Botafogo não tem se intimidado no estádio em que retorna na tarde deste domingo, às 16h (de Brasília). Lá, vem jogando de igual para igual com o Internacional: entre Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, o Alvinegro já disputou 23 partidas contra os donos da casa, com oito vitórias, oito derrotas e sete empates. Metade desses triunfos são recentes, da era dos pontos corridos: 2 a 0 em 2005, 3 a 2 em 2007, 1 a 0 em 2009 e 2 a 1 em 2012 (veja todos os gols no vídeo acima). Inclusive em um deles, na edição de sete anos atrás, o momento das equipes era parecido com o atual: cariocas ameaçados pela zona de rebaixamento que respiraram ao surpreenderem os gaúchos no G-4.


Para tentar manter a sua fama de visitante indigesto contra os anfitriões, o time de General Severiano inspira no bom retrospecto no estádio, na estreia de Camilo e no mistério. Ricardo Gomes fechou o treino da véspera para a imprensa, realizou testes, mas ao que tudo indica sua única dúvida é o terceiro homem do meio de campo: Gervasio "Yaca" Núñez, Fernandes ou Victor Luis improvisado? A camisa 10 está à espera do debutante meia, mais um a aceitar o desafio de envergá-la e carregar a grande expectativa da torcida enquanto Pimpão e Canales não podem jogar. Presente em três das quatro últimas vitórias no Beira-Rio, o amuleto Jefferson desta vez estará só na torcida por causa da recuperação de uma cirurgia no braço esquerdo.

Beira-Rio e Botafogo, combinação que tem dado trabalho ao Internacional em Porto Alegre (Foto: Diego Guichard)

Em penúltimo lugar na tabela, o Botafogo entra em campo pressionado. Mas jogadores e comissão técnica deixam transparecer nas palavras que o importante é somar pontos e um empate não é visto como ruim. Porém, para tentar sair pela terceira vez do Z-4, só ganhando e ainda torcendo por uma combinação de dois destes três resultados: derrota do Vitória e empates ou derrotas de Sport e Coritiba. Os times baiano e pernambucano jogam em casa contra Ponte Preta e Chapecoense, respectivamente, enquanto os paranaenses visitam o Figueirense.


Se os números do Botafogo são bons no Beira-Rio, na história do confronto com o Internacional o Alvinegro leva desvantagem: computando todas as competições, foram 68 partidas com 17 vitórias, 24 derrotas e 27 empates, tendo marcado 85 gols e sofrido 86.


Provável escalação contra o Internacional tem a estreia de Camilo e a volta de Ribamar no ataque (Foto: Arte Esporte)


Internacional x Botafogo

Local: Beira-Rio, Porto Alegre
Data e horário: domingo, 16h (horário de Brasília)
Escalação provável: Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson Silva e Diogo Barbosa; Airton; Bruno Silva, Victor Luis (Yaca ou Fernandes) e Camilo; Neilton e Ribamar.
Desfalques: Jefferson, Dudu Cearense, Emerson, Sassá e Leandrinho.
Pendurados: Bruno Silva, Leandrinho e Aquino.
Transmissão: TV Globo para RJ, PR (Cascavel), MG (Juiz de Fora), ES, PE (menos Caruaru), PB, PI, MA, PA (Santarém), AM, RO, AC, RR e AP; Premiere e GloboEsporte.com
Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio (GO) apita a partida e será auxiliado por Guilherme Dias Camilo (MG) e Pablo Almeida da Costa (MG).


Fonte: GE/Por Thiago LimaPorto Alegre