domingo, 11 de setembro de 2016

Botafogo faz 2 a 0 no Cruzeiro, para reação do rival e dá salto na tabela


Camilo comanda vitória incontestável dos cariocas sobre os mineiros no Mineirão






Inteligência e paciência. Estas foram as principais armas do Botafogo, na tarde deste domingo, no Mineirão, e responsáveis pela vitória por 2 a 0 sobre o Cruzeiro, gols de Canales e Camilo (veja como foi no vídeo acima). O time carioca soube anular as principais peças ofensivas dos mineiros, ocupou melhor os espaços em campo, foi pontual na hora de dar o bote e marcar os gols e teve tranquilidade para administrar o resultado.

O Botafogo saltou para a oitava colocação do Brasileirão, com 35 pontos. O Cruzeiro cai para o 14º lugar, com 29. Os dois times voltam a jogar no meio da semana. Quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), o Botafogo recebe o Santos, no Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro. O Cruzeiro joga quinta, às 21h. Enfrenta o Sao Paulo, no Morumbi. Ambas as partidas serão válidas pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.


O jogo

Apesar de entrarem em campo com esquemas táticos diferentes, Cruzeiro e Botafogo tinham postura e maneira de jogar bem parecidas. Os dois times estavam bem postados defensivamente e tinham a opção de só sair na boa. Mesmo com a movimentação intensa de ambos os lados, o jogo foi desinteressante e sem emoções, no primeiro tempo.


VEJA A TABELA E A CLASSIFICAÇÃO DO BRASILEIRÃO


O Cruzeiro concentrou suas jogadas no setor esquerdo e acabou ficando previsível, o que facilitou a marcação do Botafogo. Os cariocas, por sua vez, conseguiam variar as jogadas, mas não tinham intensidade para aproximar os meias do atacante Sassá, que ficou isolado e pouco produziu. Os cinco minutos finais tiveram lances de perigo dos dois lados, com Arrascaeta pelo Cruzeiro, e Neiton, pelo Botafogo, mas não o suficiente para tirar o 0 a 0 do placar nos primeiros 45 minutos.


O segundo tempo foi muito melhor. O Botafogo voltou com Canales no lugar de Sassá e aumentou sua presença no campo de ataque. Foi justamente o chileno quem abriu o placar no Mineirão. Aos 20 minutos, ele recebeu passe açucarado de Victor Luiz e, cara a cara com Rafael, bateu forte para marcar. Ao Cruzeiro só restou de mandar para o ataque. Alisson, Willian e Lucas Romero entraram e o time da casa intensificou a busca pelo gol de empate. O Botafogo, por sua vez, passou a ter o contra-ataque à disposição.

Chileno anales entrou no lugar de Sassá e abriu o placar diante do Cruzeiro (Foto: Daniel Teobaldo/Futura Press)

À vontade em campo, já que teve inteligência para anular as principais peças do Cruzeiro, o Botafogo chegou ao segundo gol. E foi um golaço. Camilo recebeu passe de Victor Luiz e bateu de primeira, sem chances para o goleiro. Os minutos finais foram de pressão cruzeirense, mas bem administrada pelo Botafogo, que conseguiu uma vitória justa e merecida.


Fonte: GE/Por Marco Antônio Astoni/Belo Horizonte