quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Jair exalta apoio da torcida e lamenta derrota: "Botafogo foi superior"


Treinador destaca as mais de 11 mil pessoas que estiveram presentes na Arena Botafogo e deram força à equipe carioca, apesar do resultado contra o Santos



Botafogo chegou mais vezes ao gol do Santos,
 mas não conseguiu marcar (Foto: ARMANDO
PAIVA/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDO)
Apesar da derrota por 1 a 0 para o Santos na noite desta quarta, que rendeu ao Alvinegro o primeiro revés em quatro jogos, os mais de 11 mil botafoguenses não deixaram de apoiar o time. Prova disso é o reconhecimento do técnico Jair Ventura. Segundo o treinador, ele viu algo pela primeira vez em oito anos de clube. Para ele, o Botafogo se portou melhor dentro de campo, mas não conseguiu descontar a vantagem santista.


- Estou há quase nove anos no Botafogo e não recordo de um momento de uma derrota com o apoio da torcida. Triste igual, sabemos da importância de vencer em casa. Mas tivemos o apoio da nossa torcida, quero parabeniza-la e pedir desculpa pelo resultado. Tivemos muito mais oportunidades, mas a bola não quis entrar. Futebol é assim. Você ganha fora e perde em casa, mesmo jogando melhor - disse o treinador.


Ao todo, o Alvinegro carioca finalizou 16 vezes, mais que o dobro da quantidade do Santos, que chegou em sete oportunidades ao gol do Botafogo. A última foi no lance derradeiro do jogo, aos 49 minutos da etapa final, do goleiro Sidão. O arqueiro tentou uma bicicleta na grande área, mas Vanderlei conseguiu fazer a defesa. A tentativa foi exaltada por Jair, que elogiou também o jogo com os pés do arqueiro.


- O Sidão joga muito bem com os pés. Ele pega bem na bola. Quase marcou um lindo gol. Uma pena. Não é comum, mas é um recurso. Quase fez um belo gol.


Confira outros tópicos na coletiva de imprensa de Jair Ventura

Desempenho
A performance hoje foi muito boa, a entrega... Não faltou sacrifício. A equipe lutou até o fim do jogo, até o ultimo minuto, mas a bola não quis entrar.


Lesões
Não quero usar isso como muleta. Mas você perde seu artilheiro, perde seu lateral... É difícil. Uma hora a gente paga o preço. Não temos uma semana de trabalho há muito tempo. Mas não dá pra reclamar. Mas agora com essa sequencia de jogos não tem como os jogadores não machucarem.


Cruzamentos na área
Trabalhamos muito com scouts, com a situação de tentar equilibrar os dois lados. Conseguimos com bola na trave, chances de gol, mas a bola não quis entrar. Quando você joga com um atacante de referência (Canales), tem que apostar nessa situação.


Arbitragem
Difícil falar de arbitragem. Parece desculpa. Ainda não vi os lances. Achei estranha a cera no primeiro tempo e apenas um minuto de acréscimo. Mas não compete a mim ficar reclamando.


Superior ao Santos?
Gostei da performance. Também não podemos tirar o mérito do Santos, terceiro colocado, com jogadores de Seleção. Quando sofremos um gol logo no início, eles conseguiram segurar a bola, congelar o jogo. É um time muito experiente, um bom time. Mas não é nenhuma mentira dizer que o Botafogo foi superior hoje, tanto que a torcida aplaudiu no fim.


EmersonEstamos estudando, confio no Diego também. Hoje achei que seria melhor o Emerson, para não mudar muito a linha de quatro. Pode ser que ele continue na lateral.


Fonte: GE/Por Marcelo Baltar e Thiago Lima/Rio de Janeiro