quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Bota pede a chineses e tem até 31 de dezembro para quitar caso Elkeson



Alvinegro ganha extensão de prazo para pagar os cerca de R$ 600 mil restantes do mecanismo de solidariedade de transferência de jogador para o Guangzhou



Caso Elkeson pode estar perto de seu desfecho
 (Foto: Reprodução / Facebook)
O Botafogo conseguiu um alívio para evitar a perda de seis pontos no Campeonato Brasileiro. O clube chegou a um acordo com o Guangzhou Evergrande, da China, para estender até 31 de dezembro o prazo para pagar os cerca de R$ 600 mil restantes do valor relativo à transferência de Elkeson, em 2012.

Depois de sofrer uma ação do Vitória, clube formador de Elkeson, o Guangzhou acionou a Fifa pelo fato de o Botafogo não ter feito o repasse do mecanismo de solidariedade do jogador. Dessa forma, o Alvinegro passou a ser alvo da Fifa, que estipulou a data de 14 de novembro como prazo para que a dívida fosse quitada. Caso contrário, o Botafogo perderia seis pontos na competição que estivesse disputando. Na ocasião, por meio de empréstimo de um torcedor, o Alvinegro conseguiu pagar R$ 150 mil.

Como não conseguiu arrecadar o restante do dinheiro, o Botafogo entrou em contato direto com o Guangzhou solicitando uma extensão do prazo e fazendo o pedido para que os chineses não acionassem novamente a Fifa. Então, o atual clube de Elkeson concordou em aceitar o restante do pagamento até 31 de dezembro. Posteriormente o valor será repassado ao Vitória.

Caso não faça o pagamento até o último dia de 2014, o Botafogo deverá iniciar o Brasileiro do ano que vem - Série A ou Série B - com menos seis pontos.

Por Gustavo RotsteinRio de Janeiro