quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Jobson reaparece após reunião com advogado sobre julgamento



Representante explica importância de sessão desta quinta-feira, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva, para futuro do atacante




Jobson apareceu. A ausência do treino da manhã desta quarta-feira causou apreensão, mas ela durou pouco tempo. À tarde ele esteve na sede do Botafogo, em General Severiano, e circulou pelo shopping anexo ao lado de seu advogado, Rodolpho Cezar. Os dois se reuniram durante toda a manhã para tratar da estratégia a ser adotada no julgamento desta sexta. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva vai analisar a punição imposta ao atacante pela Federação Saudita de Futebol, que o acusou de se recusar a fazer exame antidoping e o condenou a quatro anos de suspensão.

Jobson e seu advogado na tarde desta quarta-feira, no shopping anexo à sede do Botafogo (Foto: Gustavo Rotstein)
Ao ser abordado pela reportagem do GloboEsporte.com, Jobson preferiu não prestar qualquer declaração. No entanto, Rodolpho Cezar, seu advogado, explicou que a situação já foi esclarecida junto ao Botafogo.

- Esse julgamento vai dizer muito sobre o futuro da carreira do Jobson. Por isso, era muito importante que nos reuníssemos durante todo o dia para conversar sobre todas as possibilidades da sessão que ocorrerá amanhã. Já conversei com o Wilson Gottardo e está explicado - afirmou Rodolpho Cezar.

Em setembro, após ser reintegrado ao elenco principal do Botafogo, Jobson chegou a ser relacionado para fazer sua reestreia contra o Goiás, no Maracanã. No entanto, menos de uma hora antes da partida, o clube decidiu tirar o atacante da relação depois de receber um ofício da Agência Nacional de Controle Antidopagem, do Ministério do Esporte, alertando para a condenação do jogador na Arábia Saudita. Algumas semanas depois, o Alvinegro conseguiu autorização do STJD para utilizá-lo, já que não existe uma posição oficial da Fifa sobre a validade internacional da sentença.

Por Gustavo Rotstein e Raphael ZarkoRio de Janeiro