quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Vontade de Loco Abreu sensibiliza o Bota, mas uruguaio não é a prioridade


Vice de futebol afirma que no momento certo a diretoria vai discutir possível retorno do uruguaio. Primeiro, clube tenta liberar verbas na justiça



Loco Abreu não esconde seu desejo de retornar ao Botafogo, mas
 clube não trata volta como prioridade (Foto: Fábio Castro / Agif)
O uruguaio Loco Abreu, ídolo da torcida do Botafogo, não esconde que tem o desejo de retornar ao clube sem muitas exigências para participar da tentativa de reconstrução do time e de voltar para a Primeira Divisão. O empenho do atacante, de 38 anos, sensibilizou muitos alvinegros e também parte da diretoria. O assunto, no entanto, ainda não é tratado como uma prioridade.

Enquanto o técnico René Simões entregou uma lista de possíveis reforços para o departamento de futebol, o presidente Carlos Eduardo Pereira tenta de todas as maneiras evitar que a totalidade das receitas do clube continue penhorada. Sem dinheiro, não há como sair ao mercado para contratar.

- O Botafogo ficou sensibilizado pela determinação que ele está dizendo que quer voltar. No momento certo, vamos definir o que será feito - afirmou o vice de futebol Antonio Carlos Mantuano nesta quarta-feira.

Loco Abreu defendeu o Rosario Central nesta temporada, mas não parece disposto a permanecer na Argentina. Ele ainda tem contrato com Nacional, mas não está nos planos do time uruguaio para 2015.

Por Fred Huber e Sofia Miranda*Rio de Janeiro/GE