sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Engenhão reabre para estreia do Bota no Carioca. Clube pede troca de nome


Dirigentes do clube conseguem liberação do estádio e sugerem que ele passa a se chamar Nilton Santos, e não mais João Havelange


Por SporTV.com São Paulo

Boa notícia para os botafoguenses! Durante o "Arena SporTV" desta sexta-feira, o presidente Carlos Eduardo Pereira anunciou que o clube poderá fazer a sua estreia no Campeonato Carioca, diante do Boavista, no dia 1º de fevereiro, no Engenhão. A liberação foi obtida após reunião com o prefeito Eduardo Paes, nesta tarde.

Segundo informações técnicas passadas pelo Consórcio Engenhão – responsável pelo projeto de reforma da cobertura -, todo o anel inferior de arquibancada do estádio (20 mil lugares) será liberado imediatamente para a realização dos jogos do Carioca. Também estarão disponíveis os 1.200 camarotes e as cabines de rádio e tv. A partir de março, os assentos do anel superior começam a ser liberados gradativamente.

- Essa é a grande notícia que temos a dar. Acabamos de sair da reunião e o Botafogo fará a estreia em seu estádio, que está totalmente recuperado na parte inferior. Ao longo do ano, o anel superior será entregue, mas é muito importante para o torcedor do Botafogo se reencontrar com o time em sua casa em 1º de fevereiro. Será uma festa bonita - destacou o presidente.
Engenhão será reaberto no dia 1º, na estreia do Botafogo no Carioca (Foto: Divulgação/Site do Botafogo)

Nos próximos dias, a Prefeitura irá liberar os laudos para o clube, e o estádio passará por algumas vistorias, como do Corpo de Bombeiros. Na reunião desta sexta, os dirigentes do Botafogo sugeriram que o estádio deixe de chamar Estádio Olímpico João Havelange e seja batizado de Estádio Olímpico Nílton Santos, em homenagem ao ídolo botafoguense.

- O prefeito achou a ideia interessante, e pediu para formalizarmos conforme prevê o contrato de concessão. Farermos isso na próxima semana. Esperamos homenagear esse atleta único - destacou o dirigente.

Sobre a possibilidade de o estádio sediar jogos de futebol nas Olimpíadas de 2016, o dirigente disse enxergar a chance com ótimos olhos:

- Para nós é muito bom. O estádio é de ótima capacidade e certamente passará por um conjunto de reformas interessantes no entorno. Teremos mais esse argumento forte para negociar os naming rights - finalizou.