sábado, 14 de fevereiro de 2015

Homenagem a Nilton em camisa 6 deverá ser votada no Conselho


Diretoria pretende manter assinatura de ídolo no uniforme alvinegro, mas questão precisará passar novamente por votação, como previsto no ano passado



Camisa 6 de Carleto tem assinatura de Nilton Santos acima
 de escudo do Botafogo (Foto: Marcelo Baltar)
O Botafogo decidiu rebatizar seu estádio com o nome de Nilton Santos, chegando, talvez ao maior grau de homenagem a um de seus maiores ídolos. No entanto, uma outra lembrança ao lateral-esquerdo foi mantida, mas precisa ser renovada. Para que o clube siga estampando a assinatura do ex-jogador em sua camisa 6, acima do escudo da Estrela Solitária, é necessária uma nova votação do Conselho Deliberativo do clube.

Em sessão realizada em março do ano passado, o Conselho aprovou por unanimidade a inclusão da assinatura de Nilton Santos na camisa 6 de suas equipes de futebol. Alguns dias depois, ficou definido que a homenagem teria validade até o fim de 2014, quando poderia ser renovada. Entretanto, a alteração no uniforme continua, mesmo que ainda não tenha sido formalizada pelos poderes do clube.

Sucessor de Maurício Assumpção – que em março do ano passado colocou a homenagem em votação –, Carlos Eduardo Pereira é a favor da manutenção da homenagem da Nilton Santos. Entusiasta do projeto de rebatizar o Engenhão com o nome da Enciclopédia do Futebol, o presidente alvinegro garante que o Botafogo seguirá usando a assinatura do ex-jogador na camisa 6 e diz não ver qualquer problema de pedir a renovação do tributo ao ídolo.

- Acho que esse foi mais um artifício do ex-presidente naquela ocasião ao submeter a questão ao Conselho Deliberativo, porque não se trata de uma alteração, mas um acréscimo no uniforme do Botafogo. Se houver necessidade, vamos consultar o Conselho, mas com certeza manteremos a homenagem. Foi incorporado e está dando sorte - disse Carlos Eduardo Pereira.

Presidente do Conselho Deliberativo desde o início de 2015, Jorge Aurélio Domingues admitiu não saber que essa questão precisava novamente passar pelos conselheiros. Mas prometeu analisar a questão.

- Vou me informar melhor sobre o assunto, mas realmente houver necessidade, a diretoria precisará levar o assunto ao Conselho. De qualquer maneira, não acredito que será problema - afirmou.

A próxima reunião do Conselho Deliberativo do Botafogo está prevista para março. Estão previstas na ocasião as votações do orçamento de 2015 e a aprovação das contas do último ano da gestão de Maurício Assumpção.

Por Gustavo Rotstein Rio de Janeiro/GE