sábado, 14 de fevereiro de 2015

Jobson e Fernandes saem na frente na disputa por vagas; Sassá também é opção


Botafogo não poderá contar com Diego Jardel e Rodrigo Pimpão no duelo contra o Frizão



Jobson está em alta no Botafogo
(Foto: Paulo Sergio/LANCE!Press)
O técnico René Simões recebeu duas má notícias. O treinador alvinegro foi comunicado que Diego Jardel e Rodrigo Pimpão sofreram lesões na coxa esquerda e vão desfalcar o time contra o Friburguense, na próxima quarta-feira. Agora, fica a dúvida para saber quem vai ocupar as vagas deixadas pela dupla. Pelo que apresentaram nos últimos jogos, Fernandes e Jobson saem na frente, nesta acirrada disputa para jogar no Fogão.

Após a vitória sobre o Bangu, já sem poder contar com Diego e Pimpão, René Simões foi perguntado sobre os possíveis substitutos, mas evitou citar nomes, já que ainda iria pensar sobre o assunto.

Se o treinador alvinegro repetir as substituições que fez no time nos últimos jogos, a tendência é que ele escale Fernandes no meio e Jobson no ataque.

O jovem volante de 19 anos também joga como meia e chega bem ao ataque. Ele já fez dois gols com a camisa alvinegra neste ano, mas um deles foi mal anulado. Antes mesmo da lesão de Diego, parte da torcida já se mostrava favorável à entrada de Fernandes no time titular, porém na cabeça de área.

Jobson tem grandes chances de começar entre os titulares, diante do Frizão. O atacante teve uma bela atuação na vitória de 3 a 0 sobre o Bangu, em jogo que fez um gol e deu uma assistência para Bill.

A dupla recebeu uma série de elogios dos companheiros nos últimos dias. O zagueiro Renan Fonseca foi outro a falar bem de Jobson.

– Ele é um cara especial, me surpreendi (positivamente) com ele. Jobson está sempre brincando e é importante para o grupo. Foi uma surpresa para mim, porque sempre ouvimos coisas extracampo, mas não é assim. Ele faz a diferença no campo e tem se comportado como todos nós. Acredito que ele vai ajudar muito o Botafogo – comentou o defensor, que concedeu entrevista coletiva no Estádio Nilton Santos.

SASSÁ É OUTRA OPÇÃO

O atacante Sassá também tem se destacado nesta temporada. Apesar de ainda não ter balançado a rede, o jogador deu a assistência para Jobson fazer um gol contra o Bangu. Por isso, ele é outro grande concorrente para a vaga deixada por Diego Jardel.

Com grande vocação ofensiva e velocidade, Sassá agrada ao técnico René Simões. Após a partida contra o Bangu, o treinador fez alguns elogios ao comandado.

– Sassá deu um passe para gol. Ele está se acalmando, jogando futebol. Ele fez uma belíssima jogada e levantou a cabeça para tocar. É um processo que vai acontecendo. Jogar futebol é tocar, passar a bola – disse o treinador alvinegro.

No primeiro jogo-treino do ano, diante do Gonçalense, Sassá foi titular. No decorrer da atividade, ele foi substituído por Murilo, que tem ficado como opção no banco.

Gegê, que foi titular em dois jogos neste ano, é outra opção. No entanto, como perdeu vaga no time recentemente, dificilmente ele ganhará a vaga de Diego Jardel.

Se optar por um jogador ofensivo, René pode ainda colocar Murilo no time titular, como meia ou atacante. O jogador tem sido testado em atividades do time reserva, mas ainda não apareceu no time titular neste ano. Ele nem sequer esteve no banco contra o Bangu.

Outra opção para o meio é Elvis. No entanto, ele ainda não foi nem sequer relacionado para jogos oficiais neste ano. Curiosamente, assim como Sassá, ele também começou a temporada como titular, no jogo-treino contra o Gonçalense. Naquela ocasião, o Alvinegro jogou mal foi derrotado por 1 a 0.


Leia mais no LANCENET!