sexta-feira, 3 de abril de 2015

Botafogo cai de produção na reta final do Carioca e precisa voltar a vencer


René deve pensar no que fazer para evitar uma queda na primeira fase do Estadual




Botafogo PB x Botafogo RJ (Foto: Anderson Stevens/LANCE!Press)
Botafogo empatou com o Botafogo-PB na quarta
 (Foto: Anderson Stevens/L!Press)
De forma até surpreendente, o Botafogo iniciou a temporada "voando". Mesmo com um time desentrosado, engatou uma sequência de cinco vitórias e sete partidas sem perder, antes da derrota para o Fluminense por 3 a 1. Agora, os tempos são diferentes. A equipe de René Simões não vence há três jogos – empates com Barra Mansa, Vasco e Botafogo-PB. Logo quando precisa vencer para se garantir nas semifinais do Carioca.

No domingo, o Glorioso enfrenta o Madureira, rival direto por uma vaga no mata-mata do Campeonato Estadual, no Estádio Nilton Santos. Ambos estão com 30 pontos na tabela, mas o Alvinegro leva a vantagem nos critérios de desempate. Uma derrota ou um empate pode complicar a situação do Bota, enquanto a conquista dos três pontos pode até classificar o time por antecipação, caso o Fluminense perca para o Flamengo.

– Eu sempre falo que todo jogo é uma decisão. Não será diferente contra o Madureira. Estamos focados no Campeonato Estadual. Eles têm uma boa equipe, mas nós jogamos em casa. Temos que fazer prevalecer nossa força diante dos nossos torcedores – afirmou o atacante Bill.

Além da seca de vitórias, o time não consegue emplacar uma série de atuações convincentes, deixando a torcida desconfiada. E na busca por uma solução, René Simões se vê a cada dia com menos opções para escalar o time, já que muitos jogadores passam por problemas físicos – atualmente são seis jogadores no departamento médico, três deles titulares absolutos.

É hora de juntar as forças e evitar que o pior aconteça. Uma eliminação precoce pode cair como uma bomba pelos lados de General Severiano.

TRÊS EMPATES SEGUIDOS
Tropeço no Barra Mansa - O Botafogo saiu na frente naquele jogo e fez 1 a 0, mas cedeu o empate, no Raulino de Oliveira. Depois, o atacante Bill ainda perdeu um pênalti nos minutos finais.

Igualdade no clássico - Contra o Vasco, o Botafogo teve bons momentos e chegou a dominar a partida. No entanto, o Alvinegro ficou apenas no 1 a 1 com o rival, no Maracanã.

Empate na estreia - O time entrou em campo com apenas três titulares contra o Botafogo-PB e chegou ao terceiro jogo sem vitória, em sequência, nesta temporada. É hora de abrir o olho.

PLANTÃO MÉDICO ALVINEGRO
Sassá - O atacante ainda se recupera de uma lesão na coxa esquerda. No entanto, ele tem chances de enfrentar o Madureira, no domingo, no Niltão. René Simões costuma utilizá-lo no segundo tempo.

Roger Carvalho - O zagueiro sofreu lesão na coxa esquerda no clássico contra o Vasco e ainda deve demorar para voltar ao time. Dos lesionados, ele é quem deve ficar mais tempo fora da equipe.

Diego Jardel - O meia sofreu um corte na perna esquerda na partida contra a Cabofriense. Depois, teve dores no joelho direito, o que o afastou dos últimos dois jogos do Botafogo.

Rodrigo Pimpão - O atacante sofreu uma lesão na coxa direita em meados de fevereiro, se recuperou, jogou, mas voltou a sentir dores e ainda é dúvida no Glorioso.

Marcelo Mattos - O volante ficou fora do último jogo do Botafogo por causa de dores nas costas. A expectativa, porém, é de que ele consiga se recuperar para o jogo contra o Madureira, no domingo.

Tássio - O atacante torceu o joelho direito no clássico contra o Vasco, domingo passado, e só ficou em campo para não deixar o Botafogo com dez jogadores. Ele ainda não tem previsão de volta.


Leia mais no LANCENET!