sexta-feira, 29 de maio de 2015

Cadê os milhões? Botafogo ainda não viu nenhum centavo da venda de Dória


Venda de Dória ao Olympique de Marselha (FRA) ainda não rendeu nenhum centavo ao Botafogo, que segue tentando entender negociação feita pela antiga diretoria



Dória atualmente está no São Paulo
(Foto: Reginaldo Castro)
No dia 1º de setembro de 2014, o zagueiro Dória posava com a camisa do Olympique (FRA) pela primeira vez. E hoje, quase nove meses depois e com o jogador já emprestado ao São Paulo, o Botafogo ainda não viu um centavo daquela transação, de dez milhões de euros (cerca de R$ 29,5 mi na cotação da época) cair nas suas contas. Agora, o Conselho Fiscal busca entender melhor a negociação, realizada na antiga gestão.

O órgão enviou um memorando ao presidente Carlos Eduardo Pereira comentando diversos pontos encontrados nas movimentações recentes. Entre eles, o fato de o clube ter vendido o jogador por dez milhões e a transferência estar registrada por apenas seis na Fifa.

Porém, na época, o então presidente Mauricio Assumpção pediu para que a primeira parcela fosse paga apenas em 2015, para não correr o risco de ter o montante bloqueado, já que o clube da Estrela Solitária não estava no Ato Trabalhista. Agora, de volta ao Ato – mas com as contas travadas devido a uma ação do ex-atacante Donizete Pantera – o Botafogo poderia ter o dinheiro em mãos. Essa demora no pagamento é outro ponto que será investigado pelo Conselho Fiscal.

O presidente Carlos Eduardo Pereira disse, ao LANCE!, que o clube ainda tenta entender a negociação.

- Acontece que a forma como o Botafogo aceitou receber esse dinheiro, com a primeira parcela um ano depois da cessão, foi abstolutamente atípica. Estamos tentando entender as razões disso. O jogador já está no São Paulo, e o Botafogo ainda não recebeu um centavo dessa história. Estamos tentando apurar as razões dessa negociação. O Botafogo tem seis milhões de euros a receber, mas ainda não recebeu nada - explicou.

O Botafogo tinha 60% dos direitos econômicos de Dória, mas 30% teriam de ser repassados a dois fundos de investimentos que emprestaram dinheiro ao clube recentemente – 20% para um e 10% para outro. Os outros 40% eram ligados à Vergette Sports.

Uma fonte que participou da venda foi consultada pelo LANCE! e garantiu que o negócio foi feito por dez milhões de euros. E que seis milhões seria o valor a que o Botafogo teria direito. Resta esperar os próximos episódios dessa novela.


Luiz Gustavo Moreira e Paulo Victor Reis - LANCENET!