sexta-feira, 26 de junho de 2015

Botafogo tem direito a R$ 2,6 milhões de valor liberado por Eduardo Paes


Clube usará montante para quitar pendências com jogadores e funcionários do futebol



Dinheiro é referente aos gastos do Botafogo com o
estádio (Foto: Alexandre Loureiro/LANCE!Press)
Apesar do decreto assinado pelo prefeito Eduardo Paes liberar uma quantia de R$ 4.367.078,50 para cobrir as despesas do Botafogo com o Estádio Nilton Santos desde setembro do ano passado, o clube não conta com a totalidade desse montante. O Glorioso espera receber nos seus cofres aproximadamente R$ 2,6 milhões.

A outra parte do valor será destinada ao pagamento de outros beneficiários, que não foram especificados por Paes no decreto.

O Glorioso espera alguns trâmites burocráticos serem resolvidos para ter o dinheiro na conta. O clube acredita que receberá o valor a que tem direito na semana que vem, mais especificamente até o dia 30 de junho. Assim, poderá quitar as pendências que ainda possui com o elenco e com os funcionários do futebol.

A diretoria não pagou a totalidade dos direitos de imagem do mês de maio a alguns jogadores, além de ter quitado apenas a metade dos salários dos funcionários do departamento de futebol, o que gerou uma enorme insatisfação interna. O 13º salário de 2014 também não foi totalmente depositado na conta deles.

Na segunda-feira, o clube proibiu o acesso de operários ao estádio durante algumas horas, como forma de pressionar a Prefeitura. A tática parece ter dado certo. Caso demorasse mais um tempo, o Botafogo iria procurar a Justiça para receber o que tem direito.

A previsão do término das obras estruturais no Engenhão é para o dia 31 de julho, mas ela pode atrasar novamente – a data inicial era novembro de 2013.


Luiz Gustavo Moreira - LANCENET!