sexta-feira, 26 de junho de 2015

René defende opção de poupar Daniel Carvalho: “Ele não é chinelinho”


Treinador afirma que decisão de poupar jogador em alguns jogos e treinos é da comissão técnica do Botafogo: "Precisamos ter muito cuidado com ele"




Considerado titular pelo técnico René Simões, nem sempre Daniel Carvalho tem iniciado as partidas do Botafogo. Com certa frequência, o camisa 10 é poupado. O mesmo acontece nos treinamentos. Nessa semana, por exemplo, o jogador foi a campo pela primeira vez apenas na quarta-feira.

Após quase dois anos afastado do futebol, Daniel Carvalho demanda certos cuidados. Apesar de treinar desde fevereiro com o elenco, o jogador, de 32 anos, ainda não está no mesmo ritmo dos demais que realizaram pré-temporada em janeiro. As ausências, por vezes, geram desconfiança no torcedor. René Simões defendeu o atleta.

- Um torcedor do Botafogo me abordou outro dia em um shopping e falou: “O Daniel Carvalho está parecendo ser um jogador chinelinho" (gíria usada para atletas que não se esforçam para jogar). Não, o Daniel não é chinelinho. Não tem nada a ver. Ele ficou muito tempo sem jogar, está voltando agora e teve um desconforto na semana passada. O fato de ele às vezes ficar na academia não é decisão dele. Ele sempre quer ir a campo, mas essa é uma decisão da comissão técnica. Precisamos ter muito cuidado com ele - explicou René Simões. 

Daniel Carvalho fez nove jogos pelo Botafogo. Neste sábado, ele deve começar no banco (Foto: Vitor Silva / SSPress)

Daniel Carvalho foi um dos destaques do coletivo desta sexta-feira. Além de marcar um gol, o meia acertou a trave e distribuiu bons passes e lançamentos. Daniel começou no time reserva, mas substituiu Diego Jardel na segunda parte do treino. O jogador, no entanto, ainda não tem condições de jogar 90 minutos e deve começar no banco, assim como no empate por 1 a 1 com o Boa Esporte, neste sábado, contra o Macaé.

- Ontem e hoje ele fez bons treinos. Começamos com ele jogando poucos minutos, depois 45, 60 e 78 minutos, contra o Oeste. É preciso calma. Esperamos que ele logo tenha condições jogar uma partida inteira - analisou o treinador.

Desde que chegou ao Botafogo, Daniel Carvalho disputou nove jogos e marcou um gol, justamente em sua estreia, na vitória por 2 a 1 sobre o Capivariano, na fase passada da Copa do Brasil.

Por Marcelo Baltar Rio de Janeiro/GE