quinta-feira, 23 de julho de 2015

Lindoso não quer deixar escapar chance no Bota: "Amadureci"


Ex-jogador do Madureira espera aproveitar nova oportunidade em um grande clube. Serginho, por sua vez, aponta suas características: "Marcação e determinação"




Se a quarta-feira foi a vez dos uruguaios, nesta quinta, outros dois reforços foram apresentados pelo Botafogo. Com discursos semelhantes, mas trajetórias diferentes, os volantes Serginho e Rodrigo Lindoso vestiram oficialmente a camisa alvinegra.

Com passagens por clubes menores, Serginho, que estava no Guarani, chega credenciado por ter sido um dos destaques do Caldense na campanha do vice-campeonato mineiro. Rodrigo Lindoso, por sua vez, chega ao Botafogo com a faca nos dentes. O jogador, que passou no Fluminense em 2011, não quer deixar escapar a nova oportunidade em um clube grande.

- Quando as coisas não dão certo em um clube, temos que mudar tudo. Fiz amigos no Fluminense, me despedi de todos e sei que ainda sou querido lá. Mas o que vai mostrar a minha mudança é o meu trabalho no dia a dia, dentro e fora de campo. Na época, no Fluminense, eu tinha 21 anos. Hoje estou com 26. Amadureci. Vou focar ao máximo e me dedicar para ajudar e me firmar no Botafogo - afirmou Lindoso. 
 
Serginho e Rodrigo Lindoso são apresentados no Botafogo (Foto: Marcelo Baltar / GloboEsporte.com)
Volante de origem, Rodrigo Lindoso é um jogador que sabe sair para o jogo. No Campeonato Carioca, por exemplo, foram cinco gols pelo Madureira. O atleta está ciente da concorrência que terá de Willian Arão, um dos destaques do Botafogo na Série B. Até por isso, se coloca à disposição para atuar mais avançado, como já vinha fazendo em seu antigo clube.

- O Arão é um excelente jogador e vem se destacando no time. Fiz um bom Campeonato Carioca jogando mais avançado. Não era bem como meia, mas, em um esquema com três volantes, eu era o que tinha mais liberdade para avançar pela esquerda. Acho que me encaixo bem no jeito como o Botafogo vem jogando.

Serginho na disputa por vaga de Mattos


Serginho, por sua vez, é mais discreto. Tímido, em sua primeira oportunidade em um grande clube do cenário nacional, ele aponta a marcação e a determinação como suas principais virtudes. O volante é mais um que chega para tentar preencher a lacuna deixada pela saída de Marcelo Mattos. A disputa com Andreazzi, Diérson e Bazallo será acirrada.

- Fiz uma bela campanha na Caldense e um bom trabalho no Guarani. Espero conseguir repetir isso no Botafogo. É uma sensação boa, o grupo me recebeu muito bem. Será uma disputa difícil. Vários jogadores estão sendo testados na minha posição. Mas vim para buscar meu espaço e mostrar o meu trabalho - disse Serginho.

Serginho e Rodrigo Lindoso já assinaram contrato até o final do ano. No caso do primeiro, o Botafogo tem a opção, em dezembro, de estender o vínculo por mais duas temporadas. O segundo, por sua vez, chega por empréstimo do Madureira.

Por Marcelo Baltar Rio de Janeiro/GE