terça-feira, 3 de novembro de 2015

Com gramado revitalizado, atletas da base exaltam treinos em General


Atacante Renan Gorne e meia Mauro Gabriel destacam os pontos positivos da sede social do Bota, como "ter sido utilizado por craques como Garrincha e Nilton Santos"



Mauro Gabriel (esquerda) e Renan Gorne entre os ídolos
 do passado do Botafogo (Foto: Plinio Uchôa/Divulgação)
Há quase um mês, as categorias de base do Botafogo ganharam mais um espaço para treinamento. E um importante espaço. O gramado de General Severiano foi revitalizado, voltando a ser natural depois de um período como sintético. Para os jovens futuro jogadores profissionais alvinegros, além da estrutura de qualidade da sede social, uma das principais vantagens é poder ter contato com a história.


- General Severiano é um lugar ótimo para treinar, com paisagens do Cristo (Redentor), do bondinho... e por ter sido utilizado por craques de antigamente, como Garrincha, Didi e Nilton Santos. A diretoria teve uma decisão acertada em trazer o juniores de volta a General Severiano depois da bela reforma do gramado. Está em ótimas condições de treinamento. Espero que, no futuro, saiam muitos craques para entrar na história do Glorioso e, se Deus quiser, eu serei um deles. Estou pronto para isso - opinou o meio-campista do sub-20, Mauro Gabriel.


Em General, cada categoria tem um dia específico da semana para treinar, do sub-15 ao sub-20. Para o atacante Renan Gorne, também do sub-20, os treinos no bairro de Botafogo são especiais também pelo contato com a torcida, que comparece à sede para uso dos restaurantes, piscina, eventos e outros.


- Temos contato com os torcedores que frequentam General Severiano. O campo está em boas condições, podemos contar com a academia, que tem bons aparelhos, e a piscina. Além disso, tem seu lado de conforto para os atletas que vieram de fora do Rio e moram na concentração do clube, que é em General - afirma Gorne.


O discurso dos atletas está alinhado com o que desejava a diretoria das categorias de base na época da inauguração do gramado. De acordo com Manoel Renha, é em General onde está "toda a tradição" do Botafogo.


Além da sede social, a base alvinegra treina no Cefat (Centro de Formação de Atletas Trops) e no Caio Martins, em Niterói. O estádio que será utilizado pelo time principal no Carioca 2016 foi reformado para o uso dos jovens e liberado no fim de agosto.


Reforma do gramado de General

A troca do gramado de General Severiano - de sintético para natural - iniciou no fim do primeiro semestre deste ano, estando finalizada no começo de outubro. A polêmica sobre o campo iniciou-se no ano passado, quando a diretoria, ainda sob o comando de Maurício Assumpção, decidiu retirar a grama natural e substituir pela sintética. Na ocasião, foi assinado um contrato com uma empresa que ficaria responsável por transformar o espaço em uma área de lazer, com bares e possibilidade de aluguel para peladas, além da utilização das escolinhas do clube.


Um grupo de conselheiros contestou a medida e chegou a acionar Assumpção na Justiça. O então presidente rompeu o contrato com a empresa, e durante as eleições presidenciais, a chapa de Carlos Eduardo Pereira garantiu que o gramado natural voltaria, o que se cumpriu.

Por GloboEsporte.com Rio de Janeiro/GE