domingo, 29 de novembro de 2015

Ricardo Gomes pede reforços, mas diz que base do Botafogo será mantida


Treinador ainda lamenta a situação de WIllian Arão e fiz que gostaria de contar com o jogador na próxima temporada. Alvinegro se despediu neste sábado da Série B





O Botafogo se despediu de 2015 com um empate por 0 a 0 com o América-MG, neste sábado, no Estádio Nilton Santos (veja os melhores momentos no vídeo acima). O elenco entra de férias neste domingo, e muitos jogadores não voltarão em 2016. Com o acesso à Série A, o Botafogo passará por reformulação para a próxima temporada. Para o técnico Ricardo Gomes, no entanto, a base está formada. O treinador, porém, conta com a chegada de reforços.


- Acho que não (sairão muitos jogadores do elenco). São poucos. Temos de reforçar esse grupo, mas a base será mantida – disse o treinador, após a partida.


O treinador ainda lamentou a situação de Willian Arão. O jogador vive um impasse com o Botafogo e sequer foi ao Estádio Nilton Santos, neste sábado, para comemorar o título da Série B junto à torcida, que o xingou antes da partida.


- Eu não posso fazer nada, sinceramente nada. É um imbróglio jurídico. Gostaria muito que ele ficasse, mas não tenho nada a acrescentar.

Ricardo Gomes no jogo deste sábado, contra o América-MG (Foto: André Durão / GloboEsporte.com)
Confira outros trechos da entrevista.


Neilton

Excelente. Chegou junto comigo, pouquinho antes, bom jogador, buscando espaço no futebol brasileiro, tem muita habilidade, leve, não teve uma sequência grande, e temos de fazer isso mais um ano para deslanchar.

Helton Leite

Mais importante é isso, a forma como ele saiu. O Jefferson é o ídolo do clube, claro que já tinha desligado. O Helton é muito bom.

Luís Henrique e setores carentes

Não tem nenhum setor carente. Não temos um grande time, mas temos um time equilibrado. O Luís Henrique eu preservei porque ele tem 17 anos. Imagina a obrigação de fazer gol com a camisa do Botafogo, é um peso. É mais fácil subir um zagueiro. O Botafogo tinha oito rodadas e dois gols, colocar um garoto de 17 anos seria covardia. Acho que em 2016 ele ainda dará muitas alegrias à torcida do Botafogo.

Avaliação do elenco

Essa pergunta eu deixo para o Lopes. Tem a escassez, os destaques, a conduta no ano, a avaliação é assim. O Lopes vai se encarregar a partir de segunda, mas acho que ele está nisso desde que entrou no Botafogo.

Análise do ano
Foi um trabalho muito bem feito no início do ano e por isso tivemos um final com essa imagem, uma boa imagem. A montagem do time foi muito bem feita, perdemos alguns jogadores, reconstruimos, fomos felizes, trabalho extremamente disciplinado, com todos vestindo a camisa. É o resumo do trabalho. Um grupo de trabalho sensacional.

Sintonia
Mais do que isso. Havia oito jogadores no início do ano. Quando você monta um elenco, corre o risco de se dar mal. E esse trabalho foi muito bem feito. Todos os departamentos do Botafogo trabalharam muito bem, e foram rápidos. Para fazer de novo, daqui a 10, 20 anos. Temos um time equilibrado. O início do ano foi muito difícil do Botafogo. Tem de pacificar, temos perspec

7 a 1 na OPG
Não vi o jogo de hoje, mas conheço bem o Sub-20. Hoje tivemos cinco jogadores formados no clube iniciando a partida. E certamente teremos novidades para 2016. A boa formação do Botafogo será aproveitada.

Formação

A formação do jogador do Botafogo é a salvação, e não só para o Botafogo. Precisamos de uma melhor formação e segurar os jogadores no Brasil. Na minha chegada, eu mesmo tinha dúvidas. Estou mancando não é por causa do acidente, é o joelho. O trabalho foi muito bem feito, por todos os departamentos. Fui presenteado. Normalmente quando tem mudança de treinador, tem de começar do zero. Mas não foi o que aconteceu esse ano. Houve uma sintonia rápida entre diretoria e comissão técnica.


Por Vicente Seda Rio de Janeiro/GE