domingo, 3 de janeiro de 2016

Botafogo recebe oferta de R$ 400 mil para jogar amistoso dia 24 em Brasília


Partida seria no Mané Garrincha contra Brasília FC, no último teste antes do Carioca. Porém, data pode ser entrave, pois clube tem jogo marcado em Vitória no dia anterior




Em entrevista à Rádio Botafogo Oficial no último sábado, o presidente Carlos Eduardo Pereira mencionou a possibilidade de um torneio amistoso em Brasília antes da estreia no Campeonato Carioca. Mas na verdade se trata de uma oferta para um jogo único no Mané Garrincha, no dia 24 de janeiro, contra o Brasília FC, campeão da Copa Verde de 2014 mas que não está em nenhuma das quatro divisões do futebol brasileiro. Se aceitar, o Alvinegro vai receber cerca de R$ 400 mil, verba que ajudaria o clube em meio à crise financeira - recentemente, a diretoria precisou de um auxílio de um "grande botafoguense" para conseguir dinheiro e quitar os salários de novembro e a primeira parcela do 13º. A data, porém, pode inviabilizar o negócio.


Último jogo do Bota no Mané Garrincha foi em novembro, vitória sobre ABC que valeu o título da Série B (Foto:Fred Huber)

Acontece que o Botafogo já tem um amistoso marcado para o dia 23, um sábado, contra a Desportiva Ferroviária em Vitória, encerrando a pré-temporada do clube no Espírito Santo - os ingressos para a partida, no estádio Kleber Andrade, inclusive já estão sendo vendidos desde dezembro. O departamento de futebol alvinegro é que vai decidir se será viável jogar dois dias seguidos ou se tentará mudar a data do jogo em Brasília. O problema é que o tempo é curto, já que o time estreia no estadual no dia 31, contra o Bangu em Moça Bonita.


O Alvinegro ficará concentrado de 11 a 22 de janeiro no Hotel Fazenda China Park, em Domingos Martins, região serrana do Espírito Santo e a 70 km da capital Vitória. Após as férias, os jogadores se reapresentam na manhã desta segunda-feira em General Severiano. Por enquanto, as caras novas do clube serão os argentinos Joel Carli (zagueiro) e Gervasio Núñez (meia), o equatoriano Pedro Larrea (volante), o boliviano Damián Lizio (meia), o lateral-esquerdo Diogo Barbosa, ex-Goiás, e o zagueiro Emerson, que estava no Avaí e pertence ao Atlético-MG.


Por Jessica Mello e Thiago Lima/Rio de Janeiro/GE