terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Lizio sai do banco e garante liderança e vitória ao Bota contra a Portuguesa


Diante de pouco mais de mil torcedores, em São Januário, Alvinegro vence por 2 a 1, com gols do boliviano e de Gegê, e assume a ponta do Grupo B do Carioca





A correria não foi em vão. Valeu a pena o esforço do Botafogo para colocar a tempo Damian Lizio em condições legais de jogo. Se na estreia no Carioca o destaque foi o argentino Gervasio Yaca, na noite desta terça, em São Januário, o boliviano saiu do banco para dar a vitória por 2 a 1 ao Alvinegro sobre a Portuguesa, com gol aos 41 da etapa final. Gegê, em belo chute de fora da área, fez o primeiro do Glorioso. Rafael Paty descontou.


Com o resultado, o Botafogo se isolou na liderança do Grupo B, com seis pontos. O Alvinegro volta a jogar na Quarta-Feira de Cinzas (10/2), contra o Macaé, no Estádio Los Larios, em Xerém. Com três pontos, a Portuguesa é terceira no Grupo A. Na próxima rodada, a Lusa pega o Flamengo, no Raulino Oliveira.

Quase no fim, Lizio deu a vitória ao Botafogo (Foto: André Durão/GloboEsporte.com)


Diante de apenas 1.273 torcedores que pagaram ingresso, o Botafogo começou a mil. Com menos de dez minutos, o time já havia chegado duas vezes com perigo e teve um pênalti a favor, chutado para fora por Luis Ricardo. A chance desperdiçada diminuiu o ritmo alvinegro, mas o time de Ricardo Gomes continuou soberano. A Portuguesa não ameaçava. Com dificuldades para penetrar na defesa adversária, o jeito foi arrisca de longe. Lindoso tentou. Mas foi Gegê quem marcou. Em sua segunda tentativa, ele se livrou da marcação e mandou no canto esquerdo de Márcio.

O início do segundo tempo deu a falsa impressão de que o segundo gol seria uma questão de tempo. Mas foi a Portuguesa quem balançou as redes. Belarmino levou ao fundo e cruzou na medida para Rafael Paty empatar de cabeça. A zaga alvinegro só observou. Imediatamente Ricardo Gomes colocou trocou Luis Ricardo e Luís Henrique por Lizio e Ribamar. As mudanças surtiram efeito, e o Botafogo quase marcou com Gegê e Gervasio, de letra. O alívio, porém, veio com Lizio, após passe no capricho de Diogo Barbosa.

Por GloboEsporte.com/Rio de Janeiro/GE