terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Após 10 anos, Botafogo e Portuguesa se reencontram em jogo para embalar


Depois de vitórias na estreia, equipes se enfrentam em São Januário em busca da liderança em seus grupos. Alvinegro não sabe o que é perder da Lusa há 50 anos





Após um ano de acesso em 2015, Botafogo - que subiu da Série B nacional - e Portuguesa - que saiu da Segunda Divisão estadual - se enfrentam em bom momento. Ambos superaram a desconfiança na estreia e venceram Bangu e Tigres na primeira rodada do Campeonato Carioca, respectivamente. Às 20h30 (de Brasília) desta terça-feira, as equipes se enfrentam em São Januário em jogo para embalar: se houver um ganhador, ele alcançará a liderança de seu grupo, ainda que provisoriamente. A partida vai marcar o reencontro dos dois clubes, que voltam a duelar depois de 10 anos. Na ocasião, triunfo alvinegro por 2 a 0 no Luso Brasileiro, gols de Felipe Saad e Joílson. Há ainda um longo tabu em jogo: o time de General Severiano não sabe o que é sair derrotado deste confronto desde 1966, quando sofreu 3 a 0.


O Botafogo volta a São Januário agora como mandante. No estádio, começou com o pé direito sua caminhada no Carioca, e Ricardo Gomes avaliou o desempenho como "melhor do que o esperado". O local ainda deu sorte para o estreante argentino Gervasio "Yaca" Núñez, autor de um belo gol. Na noite desta terça, um outro gringo pode ser testado: o argentino naturalizado boliviano Damián Lizio, regularizado na última segunda-feira. O meia foi contratado com status de camisa 10, mas decepcionou na sua primeira vez com a camisa alvinegra, na derrota no amistoso para a Desportiva Ferroviária, durante a pré-temporada no Espírito Santo.


Damián Lizio pode fazer sua estreia pelo Botafogo em
 jogos oficiais (Foto: Vitor Silva / SSPress / Botafogo)
A Portuguesa também chega motivada após vencer na estreia com gol da virada aos 45 do segundo tempo. O técnico Gaúcho aprovou a garra da equipe, mas se mostrou preocupado com a parte física e nervosismo de alguns jogadores ao jogar a elite do futebol carioca. Por conta disso, o comandante deve mexer na escalação, mas a principal aposta continua sendo Allan, atacante autor de 25 gols no ano passado, entre estadual e Copa Rio.


Luiz Antônio da Silva Santos, o Índio, é quem apita a partida, auxiliado por Rodrigo Corrêa e Rafael Rosa. O Premiere transmite o jogo ao vivo, e o GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real com vídeos.





Botafogo: na véspera da partida, Ricardo Gomes comandou apenas um treino treino leve e não deu pistas sobre a escalação. Fernandes volta após cumprir suspensão, mas a tendência é que o time seja o mesmo da estreia, e Lizio fique como opção no banco. O time deve ir a campo com Jefferson; Diego, Renan Fonseca, Emerson e Diogo Barbosa; Airton, Rodrigo Lindoso, Gegê, Luis Ricardo e Gervasio "Yaca"; Luís Henrique.

Portuguesa: Gaúcho deve mexer na parte ofensiva do time e fazer ao menos duas mudanças. Autor do gol da vitória sobre o Tigres, Gilcimar pode ganhar uma chance de sair jogando. A provável equipe que tentará quebrar o jejum de 50 anos diante do Alvinegro tem Márcio; Belarmino, Pessanha, Allan Miguel e Wandinho; Silvano, Victor Hugo, Cássio e Éberson (Gilcimar); Allan e Rafael Paty.





Botafogo: os reforços Carli e Bruno Silva ainda não estão regularizados; Neilton está em fase de transição após lesão, e Octávio e Sassá estão no departamento médico.


Portuguesa: ninguém.

 

Por GloboEsporte.com/Rio de Janeiro