quarta-feira, 18 de maio de 2016

Botafogo afasta Igor Rabello, Zen e Andreazzi para serem emprestados


Trio começa a treinar no grupo dois, com jogadores que retornaram de empréstimos e também serão renegociados. Matheus Menezes e Milton Raphael já têm novos clubes





Em meio a contrações e busca por nomes de peso no mercado, o Botafogo também se preocupa em não inchar o elenco de Ricardo Gomes, que conta atualmente com 40 jogadores já contando Rodrigo Pimpão, último reforço que se apresentará nos próximos dias. Com isso, a diretoria, junto com a comissão técnica, decidiu afastou três jogadores do grupo principal: Igor Rabello, Lucas Zen e Andreazzi passaram a treinar em horários alternativos em General Severiano no grupo dois, ao lado de outros atletas que não serão aproveitados e devem ser emprestados. 
 
Igor Rabello, Lucas Zen e Andreazzi serão emprestados até o final da temporada (Foto: GloboEsporte.com)


São os casos, por exemplo, dos atacantes Vinícius Tanque, Paulo Ricardo e André Luís, todos de 21 anos. O primeiro estava emprestado ao Volta Redonda, e os outros dois voltaram do Boavista. O lateral-esquerdo Pablo Andrade, de 22, que disputou o Carioca com o Bangu, também retomou seu vínculo com o Alvinegro. Nenhum deles será aproveitado para a disputa do Campeonato Brasileiro, e o Botafogo já busca clubes para eles. Enquanto alguns jogadores procuram novos endereços, outros já têm o destino definido. O goleiro Milton Raphael vai defender o Macaé na Série C nacional, enquanto Matheus Menezes negocia com o Guarani. Após passagem pelo Voltaço, o meia Mauro Gabriel retornou para o time de juniores, enquanto o volante Matheus Fernandes foi reintegrados definitivamente aos profissionais.


O trio afastado tem situações diferentes. Aos 21 anos, Igor Rabello estourou a idade da base e foi integrado de vez ao elenco principal em janeiro. O zagueiro, que assinou compromisso até o fim de 2017, porém, só entrou em campo uma vez, no empate por 1 a 1 com o Coruripe, pela Copa do Brasil, e foi discreto. Sem espaço, a ideia é que ele seja emprestado para adquirir experiência. O caso de Andreazzi é outro. Cedido no início do ano à Cabofriense, o volante de 22 anos sofreu uma séria lesão no joelho e retornou ao Botafogo para se tratar. Recuperado, ele chegou a treinar com o elenco nas últimas semanas e tem contrato até o fim de 2017, mas está fora dos planos. Lucas Zen tem vínculo até o fim do ano, e o clube não tem intenção de renovar.


Fonte: GE/Por Marcelo Baltar e Thiago Lima/Rio de Janeiro