sábado, 4 de junho de 2016

Elenco fechado? Diretoria discorda de Ricardo e deixa porta aberta por um 10


Após negativa de Alex, Botafogo ainda busca um meia para ser titular e completar o elenco. Outras contratações só se clube perder algum jogador na janela internacional




Ricardo ao lado de Carlos Eduardo Pereira. Técnico
está satisfeito com elenco (Foto: Divulgação/Botafogo)
Ricardo Gomes não titubeou. Questionado em entrevista coletiva na última sexta-feira se o elenco estava fechado com a chegada dos nove reforços, o treinador do Botafogo disse que sim e que já havia comunicado sua satisfação ao presidente, Carlos Eduardo Pereira, e ao gerente de futebol, Antônio Lopes. Mas a diretoria não compartilha do mesmo pensamento e mantém as portas abertas para uma décima e última contratação: um tão sonhado camisa 10. No entanto, dirigentes alvinegros admitem que o plantel ficou bem encorpado e não há mais pressa por caras novas no grupo - ou "não tem mais sangria desatada" segundo palavras de um deles, que preferiu não se identificar.


Após a tentativa frustrada por Alex, do Internacional, a diretoria voltou a mapear o mercado, mas não há ninguém próximo. Negociações que estavam no início e foram deixadas de lado por priorizarem o armador do Colorado podem ser retomadas. Um dos nomes sondados recentemente, mas que não avançou, foi o de Danilo. O experiente meia completa 37 anos este mês e tem contrato até dezembro com o Corinthians. As contratações para a camisa 10 até agora não vingaram. O primeiro foi Lizio, que chegou no início da temporada com status de craque da seleção boliviana, só que no Botafogo fez apenas um gol e oito jogos até agora. O segundo foi Salgueiro, que apesar de ainda não ter balançado a rede vem sendo mais aproveitado: o uruguaio já disputou 19 partidas pelo Alvinegro, mas sem brilho, o que o fez virar alvo de crítica de torcedores. Internamente, há a esperança de que Camilo possa ser esse 10.


Tirando esse sonhado meia, outras contratações só deverão ser feitas se o Botafogo perder alguém na janela de transferências internacionais. Como por exemplo Ribamar. O jovem de 19 anos, eleito a revelação do Campeonato Carioca, vem sendo alvo de sondagens do futebol francês e recentemente foi observado de perto pelo Nantes. Nos bastidores, dirigentes alegam que não aceitarão propostas abaixo da multa - de R$ 24 milhões - e não acreditam em perder a joia agora. Porém, se algum clube pagar algo próximo da quantia, parte do dinheiro seria revertido na busca por um novo atacante para o elenco.


Último a se apresentar, Pimpão chega na terça

Os noves reforços contratados são os atacantes Gustavo Canales (ex-Univerdad de Chile), Rodrigo Pimpão (ex-Emirates Club), Anderson Aquino (ex-Linense) e Geovane Maranhão (ex-Madureira); os meia Marquinho (ex-Macaé) e Camilo (ex-Al Shabab), o volante Dudu Cearense (ex-Fortaleza); o lateral-esquerdo Victor Luis (ex-Palmeiras) e o goleiro Sidão (ex-Audax). Todos já estão em General Severiano, menos Pimpão. O atacante segue com a família em Curitiba e chegará ao Rio de Janeiro na próxima terça-feira. O motivo da demora é porque o jogador ainda tem contrato com o clube árabe até o dia 20 e precisa de uma carta de autorização dos dirigentes de lá para poder treinar em outra equipe. Já há um acordo para se obter este documento, que deve ser enviado até segunda-feira.

Possível escalação do Botafogo após todos os jogadores estarem à disposição de Ricardo Gomes (Foto: Arte Esporte)


Por serem transferências internacionais, Canales, Pimpão e Camilo só poderão jogar após a reabertura da janela, no próximo dia 20. Com todos os reforços à disposição e com a recuperação dos jogadores que estão no departamento médico, o elenco é visto internamente com potencial para almejar coisas maiores no Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil. Tendo todo mundo como opção, Ricardo Gomes passará a ter opções de sobra para armar diferentes formações e esquemas táticos. E para você, alvinegro, ainda precisa chegar mais?


Fonte: GE/Por Thiago Lima/Rio de Janeiro