terça-feira, 11 de abril de 2017

Camilo se reúne com jogadores antes do treino e espanta mal-estar no Bota


Depois de faltar a dois dias de treinos, camisa 10 se desculpa com companheiros que se sentiram prejudicados: "Ele passou o respeito que tem pela gente", diz Igor Rabello





Primeiro, a conversa foi com Jair Ventura e Antônio Lopes. Depois, com os mais experientes e líderes do grupo. E por último, com todos os jogadores. Após a insatisfação com o treinador e a ausência em dois dias de treino, Camilo reuniu o elenco na tarde desta segunda-feira no vestiário do Nilton Santos para passar tudo a limpo e espantar qualquer mal-estar interno. O papo foi antes da atividade, que estava marcada para às 16h e começou com 30 minutos de atraso devido à reunião. O camisa 10, que se reapresentou na concentração no sábado e jogou o Clássico Vovô domingo, desculpou-se com quem se sentiu prejudicado e garantiu estar fechado com o plantel.


– O Camilo só passou o respeito que tem pela gente, explicou a situação dele. A situação dele particular não vem até a gente. Só tenho elogios a ele, é um cara excepcional, que está sempre ajudando. A gente sempre vai receber o Camilo da melhor forma aqui dentro – contou Igor Rabello, em entrevista coletiva após o treino desta segunda.


A bronca de Camilo deixou alguns jogadores incomodados com a situação. Em entrevista ao "Seleção SporTV" nesta segunda-feira, Dudu Cearense admitiu que houve um descontentamento e que ele mesmo desaprovou a atitude do camisa 10. Mas que conversaram depois, apararam as arestas e passaram a borracha no que aconteceu.


– A gente conversou. Estavam os mais velhos, os mais experientes, os líderes do grupo, cada um deu uma palavra. Não gostamos do que ele fez. Falei com ele pessoalmente. É meu amigo, gosto muito dele. Esperei dois dias para ele acalmar, esfriar um pouco. Nesse dia, a conversa foi mais pela questão de ser um exemplo para o grupo. Para isso não acontecer outra vez e causar um mal-estar no grupo. O Camilo é nosso, vamos resolver isso, vamos conversar com ele. Foi um caso isolado. Conversei com ele. Na concentração, já fiquei brincando com ele. Foi bem resolvido (...) Resolvemos ali, em casa, sem passar para a imprensa para a torcida que tinha algo ruim no grupo. Passou aquele momento e vai morrer ali. Foi um caso isolado, agora é pensar para a frente.


Camilo se acerta com Jair e diretoria e avisa: "Estou feliz aqui"


Um dos protagonistas do Botafogo em 2016, Camilo atuou domingo em um time quase todo reserva. Motivo que culminou seu descontentamento inicial com o técnico, que dividiu o grupo para os jogos do Carioca e Libertadores. Com a lesão de Montillo, o camisa 10 seguirá como titular da equipe de Jair Ventura e terá a missão de comandar o Alvinegro nas partidas contra Atlético Nacional, na Colômbia, e Barcelona de Guayaquil, no Equador.


Fonte: GE/Por Marcelo Baltar e Thiago Lima, Rio de Janeiro