sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Sem futuro definido, Gilberto se vê mais completo após temporada no Sul


Latera-direito acredita que experiência no Internacional o fez melhorar na marcação. Empréstimo ao Colorado termina no fim do ano, e ele pode retornar ao Botafogo




Gilberto não sabe se retorna ao Botafogo para a temporada
 2015 (Foto: Tomás Hammes / GloboEsporte.com)
O empréstimo do lateral-direito Gilberto ao Internacional termina no fim do ano, e, em tese, o jogador voltaria para o Botafogo para reforçar o time na temporada 2015. Seu futuro, no entanto, ainda será decidido nos próximos dias, após uma conversa de seu empresário com a nova diretoria alvinegra.

O jogador de 21 anos começou a temporada como titular, mas, com a chegada de Wellington Silva, virou alternativa e perdeu mais espaço com a ascensão de Cláudio Winck.

Gilberto afirmou que não vê problema em retornar ao Bota, apesar de o time estar agora na Série B, situação diferente de quando ele saiu, perto do início da disputa da Libertadores.

- Ainda não estou sabendo, vou conversar nos próximos dias com o meu empresário. Houve uma mudança na presidência do Inter... Se tiver que voltar ao Botafogo, vou jogar da mesma forma como sempre foi, com muita determinação. Fui revelado no clube, tenho identidade. A torcida gosta de mim. Quando saí, tinha o Lucas e o Edilson, jogadores experientes, mas consegui ser titular. Tive uma lesão me complicou. O Oswaldo de elogiava bastante - afirmou ao GloboEsporte.com.

Após a experiência no futebol gaúcho sob o comando de Abel Braga, ele acredita que se desenvolveu no que era seu ponto mais fraco, a marcação.

- Acho que no Sul eu priorizei mais a marcação, o Abel me cobrava muito isso. No Botafogo, o Oswaldo me liberava mais para atacar. São estilos diferentes, mas acho que me adaptei com tranquilidade e estou mais completo depois desta experiência.

Apesar de longe fisicamente do Botafogo, Gilberto contou que mantinha contato regular com os ex-companheiros e acompanhou todas as dificuldades que passaram este ano.

- Acompanhei tudo. Os jogos da Libertadores... foi um esforço danado para conseguirmos a vaga no Brasileiro, algo que o clube não conseguia há muitos anos. Torci muito. Infelizmente o time não conseguiu avançar muito. Teve muitas dificuldades fora de campo também. Converso bastante com alguns jogadores, principalmente os que tenho contato desde a base, como o Gabriel, Andrey...

O ano de 2014 também reservou para Gilberto a oportunidade de defender a seleção brasileira sub-20. Na próxima temporada, ele espera seguir entre os preferidos do técnico Gallo.

- Independente de onde vou jogar, Seleção para mim vai depender do trabalho que fizer no clube. Vou buscar meu espaço. O Gallo sabe os jogadores que ele tem à disposição e o que ele precisa.

O Botafogo iniciará os treinos de pré-temporada no dia 8 de janeiro, no Cefat, CT localizado em Várzea das Moças, em Niterói. Além de Gilberto, o Bota tem a chance de contar com outros atletas que retornam de empréstimo, com o goleiro Milton Raphael, o zagueiro Mario Risso, o lateral-esquerdo Lima, o meia Jeferson Paulista e o atacante Sassá. O departamento de futebol ainda não divulgou quais destes farão parte do elenco em 2015.

Por Fred HuberRio de Janeiro