quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Em meio à lista de reforços anônimos, Botafogo busca em sigilo um reforço conhecido do torcedor



René Simões ainda tem esperança de trazer um jogador mais badalado para o Botafogo Foto: Vitor Silva / SSPress 

Diego Jardel, Elvis, Renan Fonseca, Alisson... A lista de reforços do Botafogo vem se notabilizando pela quantidade de nomes desconhecidos, com mais experiência em jogos de Série B. Mas o sonho de uma contratação mais badalada não ficou de lado. O Alvinegro trabalha para incluir um rosto conhecido do torcedor em seu elenco ainda para a disputa do Estadual.

Nesta terça, no centro de formação de atletas de Várzea das Moças, em Niterói, o técnico René Simões revelou, em entrevista à TV Bandeirantes, que ainda nutre esperanças de trazer um reforço mais tarimbado para o time. Mais tarde, o vice-presidente de futebol, Antonio Carlos Mantuano, confirmou a história.

— Exatamente. Nós vamos nos esforçar para trazer ainda um reforço que é um sonho nosso. Estamos em negociações, mas em um estágio ainda muito inicial. Não posso falar mais nada. Mas seria já para o Estadual — garantiu Mantuano.

O caso é tratado em sigilo. Nem mesmo a posição do jogador foi revelada. No fim do ano passado, René Simões chegou a sonhar com o meia Zé Roberto, de 40 anos. Ele chegaria ao clube para ocupar um posto semelhante ao de Valdo, que, em 2003, aceitou o desafio de ser a referência do time na Série B. Mas, assim que tomou conhecimento dos valores para ter o craque veterano, a diretoria teve que pisar no freio.

— Nós sonhamos com ele, sim. Mas, infelizmente, não era a nossa realidade. Aí, ele deixou o Grêmio e foi para o Palmeiras — explicou o vice de futebol.

O Botafogo já acertou com 11 reforços. O atacante Pimentinha, do Sampaio Corrêa, está bem encaminhado para ser o 12º dessa lista, mas Mantuano afirmou que a negociação ainda não está concluída. Ontem, o zagueiro Renan Fonseca foi apresentado pelo clube. Ele estava no Santa Cruz e chega para brigar por uma das duas vagas da posição.


Por Rafael Oliveira/EXTRA