segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Bateu na trave: Gilberto sonha com 1º gol pelo Bota para marcar recomeço



De volta ao clube após um ano de empréstimo ao Inter, lateral vem sendo um dos destaques do time neste início de ano e esteve perto de marcar contra o Boavista





Gilberto concedeu entrevista nesta segunda (Foto: Marcelo Baltar)
De volta ao Botafogo após um ano emprestado ao Internacional, Gilberto busca um gol para marcar seu recomeço no clube. No sábado, na vitória sobre o Boavista, o sonho de marcar pela primeira vez pelo clube que o revelou bateu na trave. Após uma caneta desconcertante no marcador, o lateral chutou forte, mas a bola explodiu no poste.

- Vai sair. Marcar um gol pelo Botafogo é tudo o que eu quero. Tenho feito boas partidas, mas a bola ainda não entrou. Talvez pela ansiedade, que esteja atrapalhando um pouco. É um sonho fazer um gol aqui para retribuir a todos o carinho que recebo no Botafogo - disse Gilberto.

O lance não resultou em gol, mas retrata bem o bom momento de Gilberto no clube. Emprestado ao Inter no início da temporada passada, quando era a terceira opção atrás de Lucas e Edilson, Gilberto retornou ao Alvinegro no início do ano com status de titular. Aos 21 anos, ele se diz mais maduro após a passagem pelo Colorado e tem pressa para se firmar no Botafogo.

- Tem que ser esse o ano da afirmação. O tempo no futebol passa muito rápido. Quero mostrar para todos que estou mais maduro. Não só dentro do clube, mas também para os adversários.

Vai ser uma briga sadia. Já conversei com o Luis Ricardo, que parece ser um cara gente boa. Vai ser uma briga boa, e só quem tem a ganhar é o Botafogo
Autor

A contratação de Luis Ricardo na semana passada ameaça a titularidade, mas o jogador garante estar preparado para a concorrência.

- Vai ser uma briga sadia. Já conversei com o Luis Ricardo, que parece ser um cara gente boa. Vai ser uma briga boa, e só quem tem a ganhar é o Botafogo.

Gilberto revelou que o técnico René Simões o chamou para uma conversa com a chegada de Luis Ricardo e usou a contratação do concorrente como estímulo para Gilberto.

- O René é um cara que conversa bastante. Gosta de cobrar sempre para não deixarmos cair. Quando o Luis Ricardo chegou, ele me pediu ficar ligado porque o cara é bom. Vou trabalhar forte para não perder meu espaço.

No treino desta segunda-feira, Gilberto sentiu um incomodo no joelho. O lateral, porém, garantiu que não será problema para a partida contra o Volta Redonda, na quarta-feira.

Por Marcelo Baltar Rio de Janeiro/GE