sábado, 28 de março de 2015

PASSO A FRENTE


Fora de casa, Sub-17 vence Atlético-PR por 2 a 0 e avança de fase na Copa do Brasil






A garotada da equipe Sub-17 do Glorioso conseguiu um importante feito na tarde deste sábado. Após o empate de 1 a 1 na partida de ida, semana passada, no estádio Nilton Santos, o alvinegro derrotou o Atlético-PR por 2 a 0 na casa do rival e se classificou para as oitavas de finais da Copa do Brasil. Jordan e Luis Henrique marcaram os gols que garantiram a vitória alvinegra.

Como adversário na próxima fase, a equipe alvinegra terá pela frente o Grêmio, que passou pelo Criciúma. Serão duas partidas no sistema de ida e volta. Local e horário ainda serão definidos.

O JOGO

Uma semana após a batalha travada no Nilton Santos, Botafogo e Atlético-PR voltaram a se enfrentar, dessa vez em Curitiba. Novamente a partida entre as equipes foi disputada em alto nível.

Jogando em casa, o Atlético tentou impor seu ritmo de jogo desde o início, mas a equipe alvinegra sempre bem postada e ciente do trabalho a ser feito, não deu vida fácil para o time da casa.

Movimentado, o jogo seguiu os contornos da primeira partida. O Glorioso, aos poucos, foi dominando as ações com boas trocas de passes, até que aos 28 saiu o primeiro tento do confronto. Em jogada pela esquerda, Jordan arrancou, tabelou com Luis Henrique que deixou o lateral na cara do gol para tocar entre as pernas do goleiro e correr para o abraço. 1 a 0, Fogão!

O Botafogo, já com a vantagem no placar, continuou dominante, deixando poucos espaços para o rival durante toda a primeira etapa.

Na volta do intervalo, as coisas seguiram favoráveis ao clube da estrela solitária. Tanto que logo aos 3 da etapa final, o artilheiro Luis Henrique deixou sua marca após passe de cabeça de Mateus Jorge. O centroavante, que chegou aos seu segundo gol e dois jogos, saiu cara a cara com o goleiro e bateu cruzado para ampliar. 2 a 0 Botafogo no placar!

Já na frente, o Alvinegro seguiu categórico aplicando seu toque de bola e cansando o adversário que corria atrás do prejuízo com muito empenho, e levou perigo por algumas vezes. Em uma delas, Diego, arqueiro do Fogão, foi obrigado a fazer grande defesa no cantinho após cobrança de falta perigosa e salvou a meta alvinegra.

Mesmo ensaiando uma pressão por tudo ou nada ao final, o placar não foi alterado até o apito de encerramento do árbitro. Fim de jogo. A garotada do Fogão foi lá e buscou a classificação mostrando que uma temporada gloriosa apenas se iniciou.

Botafogo: Diego; Lucas Cesar, Luca (Ion), Zyan e Jordan; Matheus Fernandes, Rickson, Mateus Jorge (Marlon) e Wenderson (Ezequiel); Amilcar e Luis Henrique.
Técnico: Felipe Conceição

Assessoria de Imprensa