quarta-feira, 22 de abril de 2015

Jefferson treina debaixo de chuva e avança em recuperação no Botafogo


Goleiro faz novo trabalho com bola, enquanto demais atletas realizam atividade física na tarde desta quarta-feira no Nilton Santos



Depois de treinar na parte da manhã e se juntar para um almoço de confraternização – que marcou a reinauguração de um restaurante do técnico René Simões –, o Botafogo voltou ao trabalho na tarde desta quarta-feira dando ênfase à parte física. Enquanto os jogadores realizavam atividades de equilíbrio e resistência, os goleiros foram a campo debaixo de chuva. Entre eles, Jefferson, que se recupera de uma cirurgia no joelho direito, sofrida há 11 dias.




Pelo segundo dia seguido Jefferson apareceu no campo anexo do Estádio Nilton Santos para trabalhar com bola. Mesmo que de forma ainda tímida, deu mais um passo no trabalho de recuperação. Ao lado dos preparadores Paulo Rui e Jorcey Anisio, o titular da seleção brasileira fez movimentos laterais, que colocam à prova o joelho operado. Todo o trabalho foi observado pelo médico Luiz Fernando Medeiros e pelo fisioterapeuta Flávio Meirelles, dois dos responsáveis pelo retorno do goleiro. Segundo René Simões, existe chance de Jefferson ficar à disposição na segunda partida da final do Campeonato Carioca, contra o Vasco.

Jefferson vai a campo pelo segundo dia consecutivo no
 Botafogo (Foto: Gustavo Rotstein / GloboEsporte.com)
No trabalho físico com os demais atletas, comandado pelo preparador Felippe Capella, foi possível observar a recuperação de Marcelo Mattos e Carleto, ambos deixaram o jogo contra o Fluminense, no último sábado, com dores musculares. Fernandes, que recebeu uma pancada no rosto, também treinou sem limitações. O recém-contratado Pedro Rosa, lateral-esquerdo, foi outro que participou da atividade na tarde desta quarta-feira.

Já o atacante Bill, o lateral-direito Luis Ricardo e o meia Elvis seguem entregues ao departamento médico. O último está fora do jogo deste domingo, e o primeiro tem chance de começar a primeira partida da decisão do Campeonato Carioca.

Por Gustavo Rotstein Rio de Janeiro/GE