quarta-feira, 24 de junho de 2015

Batalha de ídolo x clube: Botafogo vai recorrer de decisão que favorece Túlio


Ídolo da torcida conseguiu R$ 105 mil na Justiça por causa de cancelamento de projeto




Túlio Maravilha em ação no projeto Gol Mil
(Foto: Alexandre Loureiro/Lancepress!)
O Botafogo vai recorrer da decisão da Justiça que favoreceu o ex-atacante Túlio Maravilha. O Tribunal Regional do Trabalho (TRT-RJ) determinou que o Botafogo pague R$ 105 mil ao ex-jogador. A quantia é referente a um processo movido pelo ex-jogador contra o clube. Em 2013, o ex-camisa 7, firmou acordo com o Glorioso, inclusive com contrato assinado, para fazer o tão esperado gol mil com a camisa alvinegra. No entanto, o projeto foi cancelado.

O vice-presidente jurídico do Botafogo, Domingos Fleury, explicou ao LANCE! a atitude que será adotada clube neste caso.

- Esta (situação) foi mais um ato da gestão anterior. O Botafogo vai recorrer, pois vai brigar para não sofrer este prejuízo. A vitória do Túlio foi parcial, pois pretendia o reconhecimento de vínculo empregatício, o que lhe foi negado pela Justiça do Trabalho - explicou.

O Botafogo pretende reduzir esta quantia R$ 105 mil ao menor valor possível. Antes, a Justiça já havia determinad que o Glorioso pagasse R$ 150 mil ao ex-jogador.

Túlio fez o gol mil pelo Araxá, da segunda divisão do Campeonato Mineiro, em 2014. O ex-atacante exigia R$ 1,5 milhão do Glorioso na Justiça, mas o TRT-RJ entendeu que ele tem direito a R$ 105 mil.

Recentemente, Túlio participou de evento comemorativo pelos 20 anos do título Brasileiro de 1995, campeonato no qual ele foi artilheiro no Botafogo.


Paulo Victor Reis  LANCENET!