segunda-feira, 29 de junho de 2015

Bill comunica rescisão por mensagem, e grupo lamenta: “Grande perda”


Em grupo de Whatsapp, atacante avisa companheiros da saída do Bota e promete se despedir. Giaretta diz que todos foram pegos de surpresa: “Ninguém entendeu”




A saída de Bill pegou os jogadores do Botafogo de surpresa. Pouco antes da reapresentação na tarde desta segunda-feira, no Estádio Nilton Santos, o atacante enviou aos companheiros uma mensagem de despedida em um grupo dos atletas do aplicativo Whatsapp. Poucos entenderam, mas a confirmação da rescisão veio horas depois, durante o treino.

- Temos um grupo de Whatsapp dos jogadores. Vindo para cá, recebemos uma mensagem dele “Valeu, galera. Passou aí para me despedir”. Ninguém entendeu direito, começou aquele burburinho, mas a confirmação veio agora. Ficamos sabendo que foi por motivos pessoas e, infelizmente, ele vai rescindir – lamentou Diego Giaretta.

Bill em ação em sua última partida com a camisa alvinegra, contra o Macaé (Foto: Vitor Silva/SSPress)

O zagueiro, que vem jogando improvisado como volante desde a saída de Marcelo Mattos, afirmou que o camisa 9 fará falta ao Botafogo.

- Fiquei chateado. É um companheiro que tem nos ajudado bastante. O Bill teve uma parcela muito grande no fato de estarmos onde chegamos. Era uma referência. Foi uma perda muita grande. Não sabemos direito o que aconteceu. Independentemente de onde vá, que tenha sucesso. Uma perda. Ele nos ajudou muito. Vamos ter que nos adapta sem ele.

Giaretta ainda relatou que Bill comentava sobre os problemas pessoais, mas nunca deixou transparecer que estava de saída do Botafogo.

- Para mim, quando estávamos juntos, ele nunca demonstrou infelicidade, inquietação ou até mesmo um ar de despedida. Sabíamos dos problemas dele. O Bill sempre tocava no assunto na concentração. Mas nunca deu a entender que sairia do Botafogo. Foi uma surpresa. Pressão sempre teve. Ele é atacante. A torcida pegava no pé quando ele não marcava. Mas isso é normal. Para mim e para alguns jogadores, foi uma surpresa mesmo a saída dele.

Envolvido em problemas judiciais com a ex-mulher, Bill alegou dificuldades pessoais e foi liberado pelo Botafogo. O atacante, que tem proposta do exterior, está liberado do treino desta terça e vai rescindir com o Alvinegro na quarta-feira.

Por Marcelo Baltar Rio de Janeiro/GE