terça-feira, 14 de julho de 2015

Com gol de letra no fim, Figueira bate Botafogo e vai às oitavas da Copa BR


Cariocas pressionam no inicio do jogo, mas catarinenses crescem na etapa final e são coroados com gol da classificação nos acréscimos



Como na primeira partida, o jogo foi decido nos minutos finais. Desta vez, melhor para o Figueirense. Marcão, de letra, marcou aos 47 do segundo tempo, dando a vitória ao Figueirense por 1 a 0 sobre o Botafogo, na noite desta terça-feira, no Engenhão. Após ser pressionado durante todo o primeiro tempo de jogo, a equipe catarinense voltou melhor na segunda etapa. As entradas de Dudu, Yago e Everaldo promovidas por Argel Fucks coroaram a classificação da sua equipe, que passa para as oitavas de final.

O público total da partida foi de 7.116, sendo 6.485 os pagantes. A renda foi de R$ 132.710,00. Com a vitória sobre o Botafogo pelo placar de 1 a 0, o Figueirense se credencia para as oitavas da Copa do Brasil, ainda sem data acertada. Seu adversário será definido por sorteio, já que os times que estão na Libertadores deste ano entram a partir da próxima fase na competição nacional.

Marcão marca o gol da classificação do Figueirense sobre o Botafogo e avança na Copa do Brasil (Foto: André Durão)

O Botafogo pressionou desde o começo. Com boas jogadas do quarteto formado por Elvis, Octávio, Luis Henrique e Pimpão, a equipe carioca chegava com perigo ao ataque. O Figueirense procurava espaços para o contra-ataque, sem muito sucesso. Tanto que, em todo o primeiro tempo, a equipe catarinense finalizou somente quatro vezes, com apenas uma bola na direção do gol de Jefferson. Aos 33 minutos, Elvis se machucou em dividida, voltou, mas aos 37 foi substituído por Tomas Bastos. Argel Fucks tirou Jefferson e colocou Dudu. As substituições ajudaram o time do Sul crescer nos minutos finais.

No retorno, a pressão mudou de lado. Em desvantagem no placar agregado, o Figueirense saiu mais para o jogo. René Simões sacou Octávio e colocou Daniel Carvalho para dar mais experiência e cadência ao meio de campo, mas viu Roger Carvalho quase marcar contra aos 24 minutos. O jogo ficou mais aberto para as equipes, com boas chances de ambos os lados. Com as entradas de Everaldo e Yago, o time catarinense chegou por diversas vezes com perigo, mas parou em Jefferson, que fez defesas decisivas. No entanto, o camisa 1 não conseguiu evitar o gol de letra de Marcão, que carimbou o passaporte do Figueirense para a próxima fase da competição nacional.


Por GloboEsporte.com Rio de Janeiro/GE