terça-feira, 21 de julho de 2015

Pimpão assina rescisão, mas Botafogo aguarda pagamento do Emirates


Vice-jurídico informa que multa rescisória no valor de R$ 1,5 milhão ainda não foi paga e que clube só vai liberar o documento após o depósito






Rodrigo Pimpão era o artilheiro do Botafogo na Série B,
 com sete gols (Foto: Vitor Silva / SSPress)
Rodrigo Pimpão está a um depósito de deixar de ser jogador do Botafogo. O atacante assinou a rescisão de contrato com o Alvinegro na tarde desta terça-feira, em General Severiano. O jogador, junto ao advogado Diogo Souza e ao empresário Mario Bittencourt, se reuniu com a diretoria alvinegra para acertar os detalhes. Apesar do acerto, o Botafogo ainda aguarda o pagamento da multa rescisória, estipulada em R$ 1,5 milhão, para também assinar e liberar o documento. O Emirates Club, destino do jogador, se comprometeu a pagar o valor.

- Até onde eu sei ainda não foi depositado o valor da multa rescisória. Já informamos que só vamos liberar o jogador depois disso. Ele pode até assinar a rescisão, mas o Botafogo só assina junto depois do pagamento - disse Domingos Fleury, vice-presidente jurídico.

A assinatura de Pimpão serve para o jogador ser liberado para viajar. Nos próximos dias, ele deve seguir para os Emirados Árabes para realizar exames médicos. Se confirmado o pagamento, o atacante será a terceira baixa no setor, que já perdeu Bill e, também nesta terça, Henrique, emprestado para o Coritiba até o fim do ano.

Recentemente, o Botafogo fez uma proposta de renovação de contrato a Rodrigo Pimpão, oferecendo um vínculo de dois anos de duração - o atual vai até dezembro. As duas partes estavam próximas de um acerto, mas o surgimento da proposta atrapalhou a permanência do jogador. O atacante é o artilheiro do Botafogo na Série B, com sete gols, e o segundo maior goleador da equipe na temporada.

Por Chandy Teixeira Rio de Janeiro/GE