segunda-feira, 6 de julho de 2015

Seleção pode tirar Luis Henrique de 5 jogos do Bota na reta final da Série B


Caso seja convocado para disputar Mundial Sub-17, que começa em outubro, atacante deve desfalcar Alvinegro nas últimas rodadas do Brasileiro




Luis Henrique pode ser desfalque do Botafogo
durante Mundial Sub-17 (Foto: Estadão Conteúdo)
Os gols e a atuação de gala de Luis Henrique em sua primeira partida como profissional fizeram a torcida vibrar e alimentar a esperança de vê-lo produzir ainda mais, ajudando o Botafogo a retornar à elite. Mas a joia alvinegra pode desfalcar a equipe exatamente no momento de decisão da Série B. O atacante é nome praticamente certo na lista da seleção brasileira que vai disputar o Mundial Sub-17, no Chile, em outubro.

Caso seja convocado pelo técnico Carlos Amadeu, Luis Henrique poderia perder cinco jogos do Botafogo na Série B, caso a Seleção chegue à final. Como o Mundial Sub-17 vai de 17 de outubro a 8 de novembro, o atacante não atuaria contra Bragantino (17/10), Náutico, Bahia, Criciúma e Luverdense (10/11), pela 35ª rodada, se o Brasil for à decisão. Isso dependendo do período de preparação, que pode significar pelo menos mais uma rodada de ausência.

De acordo com esse calendário, Luis Henrique também pode ser desfalque se o Botafogo continuar vivo na Copa do Brasil. Isso porque as semifinais da competição estão marcadas para 21 e 28 de outubro, com a final sendo disputada nos dias 4 e 25 de novembro.

Artilheiro da Copa do Brasil Sub-17, Luis Henrique foi chamado para um período de treinamentos com seleção da categoria, em Itu (SP), em junho. O atacante do Botafogo marcou quatro gols em cinco amistosos disputados.

Enquanto isso, o Botafogo tenta aproveitar ao máximo a sua revelação, que foi o destaque da goleada por 5 a 0 sobre o Sampaio Corrêa, na última sexta-feira, no Estádio Nilton Santos. E para que Luis Henrique mantenha o alto nível, o clube o acompanha de perto.

- A comissão técnica já vinha acompanhando o garoto nas competições sub-17, e por isso nós o trouxemos para o grupo principal. Todos viram que o Luis Henrique foi muito bem no primeiro jogo e que tem um grande potencial, mas ainda falta muita coisa. Lógico que é preciso cuidado com ele. Há a necessidade de um acompanhamento, e a comissão técnica vem trabalhando para que ele cresça ainda mais - explicou o gerente de futebol do Botafogo, Antônio Lopes.

Por Gustavo Rotstein Rio de Janeiro/GE