quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Volta de titular, assistências e elogios: Daniel Carvalho faz bonito contra ABC


Meia dá passe para gol de Neilton e cruza para a cabeçada de Navarro, no terceiro gol. Jogador não iniciava partida desde a 11ª rodada, contra o Ceará







Daniel Carvalho não iniciava uma partida como titular desde a 11ª rodada, em 7 de julho. Foi contra o Ceará, no Castelão. O técnico ainda era René Simões. Pouco mais de um mês se passou. O meia entrou em campo outras três vezes, todas no decorrer do jogo - contra Bahia, Luverdense e Santa Cruz. Mas foi na aposta de Ricardo Gomes na noite desta terça-feira que Daniel Carvalho voltou a brilhar. O técnico escalou-o entre os 11, e o meia correspondeu: deu duas assistências na vitória por 3 a 1 sobre o ABC, no Estádio Nilton Santos (confira os melhores momentos acima). Mais: foi um dos melhores em campo.

Os números de Daniel no jogo:

24 passes certos
12 passes errados
3 bolas levantadas

1 falta recebida
1 falta cometida
1 roubada de bola
2 desarmes
2 assistências


Primeiro, Daniel serviu Neilton, no segundo gol marcado pelo Botafogo na partida. Ele entrou na área pela direita e tocou para o companheiro, que vinha avançando pelo meio. Depois, no segundo tempo, foi a vez de fazer um cruzamento certeiro para Navarro, desvencilhando-se do marcador. Igualmente pelo lado direito do campo.


Com o número às costas, iniciou-se o questionamento: com Daniel Carvalho, teria o Botafogo o seu camisa 10, para armar e pensar o jogo? Quem responde é seu colega de equipe, o lateral Luis Ricardo.


- Já tem um tempo que ele procura se firmar na nossa equipe. No começo do jogo, eu disse para ele que ele devia assumir logo essa responsabilidade, para poder ser, de fato, o nosso camisa 10, o que o time está procurando. E hoje ele foi muito feliz, deu passe, marcou, jogou... A gente fica feliz pelo crescimento dele - disse o jogador.

Daniel Carvalho deu duas assistências na vitória contra o ABC (Foto: Vitor Silva / SSPress)


Os elogios não vieram apenas dos companheiros. Ricardo Gomes também gostou do que viu em campo. Daniel Carvalho ficou cerca de um ano e meio sem jogar futebol, uma vez que havia se aposentado no fim de 2013, mas decidiu voltar a pedidos do filho, nesta temporada. Para o técnico, esse tempo parado ainda é determinante nas atuações do meia até que ele volte a jogar aquilo que sabe.


- Foi um bom jogo do Daniel. Ele passou um ano e seis meses sem jogar, mais ou menos. Isso tem um preço. A qualidade vocês conhecem bem. Ele vai achar uma posição onde irá evoluir. Não foi de ontem para hoje que decidi colocá-lo em jogo. Da partida do Luverdense até a do Santa Cruz, tivemos uma semana de trabalho em que ele foi muito bem. Conversei com ele, ele esperava a oportunidade e hoje aproveitou muito bem - afirmou o técnico.


O Botafogo volta a treinar na tarde desta quarta-feira já em preparação para o duelo do sábado, contra o América-MG, no Independência. Em terceiro colocado na Série B, com 33 pontos, será necessário engrenar mais uma vitória para recuperar a liderança da competição e voltar a respirar mais tranquilo na disputa.

Por Jessica MelloRio de Janeiro/GE