quarta-feira, 22 de julho de 2015

Navarro não evita comparação com Loco: "Mais técnico com os pés"


Ao lado de Gonzalo Bazallo, "El Chino" terá o desafio de manter a recente tradição de bons jogadores do Uruguai com a camisa alvinegra



Prazer, Gonzalo Bazallo e Alvaro Navarro! Após treinarem pela primeira vez, os reforços uruguaios do Botafogo foram apresentados oficialmente, no início da noite desta quarta-feira. Ainda desconhecidos do torcedor brasileiro, os dois chegam para suprir, respectivamente, as ausências de Marcelo Mattos e Bill. A dupla terá o desafio de escrever um novo capítulo da história entre Botafogo e Uruguai.

- Sim, nós sabemos que muitos uruguaios jogaram aqui. Loco Abreu, Lordeiro, Castillo... Quanto ao Loco, temos uma jogada aérea parecida, mas com a bola no chão tenho um pouco mais de técnica - gabou-se o centroavante Alvaro Navarro, de 30 anos, quando indagado se seu futebol lembrava o de Loco Abreu, que defendeu o clube entre 2010 e 2012. 
 
O volante Gonzalo Bazallo e o atacante Alvaro Navarro foram apresentados nesta quarta-feira (Foto: Vitor Silva / SSPress)


Navarro, que marcou, na última temporada, 19 gols pelo Olmedo, na Segunda Divisão do Equador, tem pela primeira vez a oportunidade de defender um clube brasileiro. No entanto, o atacante tem história justamente contra um dos principais rivais do Botafogo. Na Libertadores de 2007, o centroavante, que tem o apelido de “El Chino” por conta dos olhos um pouco puxados, marcou dois gols contra o Flamengo, quando defendia o Defensor-URU.

- Foi um jogo espetacular. Lembro bem. Tive a chance de marcar dois gols. Foi muito lindo - recordou Navarro, que recebeu a camisa 20 do Botafogo.

Já Gonzalo Bazallo, de 29 anos, estava no Rentistas-URU e chega com a missão de substituir Marcelo Mattos, que defendeu o Botafogo por cinco anos.

- Sei que é um jogador que fez história no Botafogo. Foi tentar fazer o meu melhor. O futebol brasileiro é mais dinâmico do que no Uruguai - disse o volante, que, com o português ainda capenga, arriscou poucas palavras.

Bazallo e Navarro treinaram, nesta quarta-feira, pela primeira vez que com o restante do elenco alvinegro. A documentação dos dois já foi enviada para a CBF, mas os nomes dos uruguaios ainda não constam no BID (Boletim Informativo Diário). Ainda não há previsão de estreia.

Por Marcelo BaltarRio de Janeiro/GE