segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Defesa preocupa Renê, e Botafogo apela a jovens para resolver carência



Zagueiro Igor Rabello participa de treinamento do Botafogo, realizado no Engenhão Vitor Silva/SSPress

O Botafogo terminou a temporada com apenas duas opções para a defesa. Dankler e Matheus Menezes eram os únicos nomes à disposição de Renê Simões, que tratou de movimentar a diretoria alvinegra para buscar alternativas para reforçar o setor. No mercado, o clube buscou Alisson, do Paraná. Nas divisões de base, Igor Rabello deverá ser utilizado no time principal com maior regularidade.

As apostas são as opções de momento do Botafogo, em crise financeira e rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro. Alisson, de 20 anos, tem experiência na competição e é visto como promissor. Rabello tem 19 anos e também é apontado como atleta com futuro.

No Botafogo versão 2015, os jovens se unem a Dankler e Matheus Menezes, também com pouca vivência – apesar de terem tido chances na campanha fracassada do clube na última edição do Brasileiro. Na tentativa de dar mais experiência à defesa, o Alvinegro busca Roger Carvalho. O zagueiro de 28 jogou pelo Vitória em 2014 e tem negociação em andamento.

A dificuldade para montar o sistema defensivo se explica pelos problemas financeiros que atrapalharam o clube durante todo o ano de 2014. A transferência de André Bahia para o japonês Shonan Bellmare, em dezembro, foi duro golpe para a diretoria. Sem força para brigar para ficar com o jogador, o Alvinegro teve que aceitar sua saída resignado.

Titulares em 2013, Dória e Bolívar disseram adeus ao Botafogo também pelas dificuldades nos cofres alvinegros. O jovem foi vendido ao futebol francês. O veterano acabou dispensado pelo ex-presidente Maurício Assumpção por ser um dos líderes de um elenco que protestava contra os atrasos salariais.

Do UOL, no Rio de Janeiro