quinta-feira, 2 de julho de 2015

Na posição de origem, Luis Ricardo ganha chance de se redimir com a torcida


Lateral-direito foi vaiado na partida contra o Macaé, quando três gols rivais saíram pelo setor esquerdo, onde atuou improvisado. Chance de ouro contra o Sampaio Corrêa!



Luis Ricardo, de boné, em evento comemorativo do
aniversário do remo alvinegro (Crédito: Satiro Sodré/SS Press)
A tarde do último sábado foi daquelas para Luis Ricardo esquecer. Improvisado na lateral esquerda, viu o Macaé construir três jogadas de gol pelo seu lado e foi vaiado pela torcida num jogo que terminou com vitória rival por 4 a 2. E, amanhã, contra o Sampaio Corrêa, ele voltará a jogar na posição de origem, onde acredita que terá melhor desempenho e tentará apagar a má atuação que teve na rodada passada da Série B.

– É bem melhor jogar na direita. Do outro lado estava improvisado. Na posição de ofício, espero dar o meu melhor. Por que não pensar numa pensar numa vitória diante da nossa torcida? Entendemos que o próximo jogo é sempre bom para apagar o que vem sendo falado da gente – afirmou Luis Ricardo, quarta-feira, no evento de aniversário dos 121 anos do remo do Botafogo.

Luis Ricardo seguirá entre os titulares do Botafogo por um bom tempo, devido a convocação de Gilberto para a Seleção Brasileira sub-22, que representará o país na disputa dos Jogos Pan-Americanos deste ano, em Toronto, no Canadá.

A partida contra o Macaé foi a última do jogador antes da apresentação ao técnico Rogério Micale, na segunda. Caso a Seleção chegue até a decisão do torneio, Gilberto desfalcará o Alvinegro em seis partidas na Série B e também no jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil, contra o Figueirense, no dia 14.

Luis Ricardo não foi a primeira opção de René Simões para o lugar de Carleto, enquanto o titular se recuperava de cirurgia no joelho esquerdo. Inicialmente, o escolhido foi Pedro Rosa, que foi muito vaiado pela torcida na vitória por 3 a 0 sobre o Mogi Mirim, pela sexta rodada, e acabou substituído por Luis Ricardo no intervalo. Como ele teve boas atuações, foi mantido na posição.

– Contra o Oeste (vitória por 1 a 0, fora de casa), fui um dos destaques e isso não foi tão enfatizado. Mas uma derrota de quatro gols acaba tendo repercussão maior – lamentou Luis.

Agora é a hora de passar a borracha naquela tarde infeliz diante do Macaé no Moacyrzão e retomar a confiança da torcida, Luis Ricardo!


Paulo Victor Reis -  LANCENET!