terça-feira, 4 de agosto de 2015

Em jejum de gols, Bota tenta calibrar pontaria em treino sob forte calor


Ricardo Gomes trabalha setor ofensivo em atividade com titulares na manhã desta terça-feira no Engenhão


Não teve sol forte e temperatura acima dos 30 graus que impedisse um forte trabalho do Botafogo na manhã desta terça-feira. Os principais objetivos do técnico Ricardo Gomes no treino realizado no campo anexo do Estádio Nilton Santos foram ajustar a movimentação ofensiva e calibrar a pontaria.


O Botafogo marcou apenas seis gols em suas últimas seis partidas do Campeonato Brasileiro. O time está há dois jogos sem balançar a rede adversária – também não sofreu gols – e não vence há três rodadas. Após o empate em 0 a 0 com o Luverdense, Ricardo Gomes admitiu pensar em mudanças no setor ofensivo para o jogo contra o Santa Cruz, no próximo sábado.

Ricardo Gomes deu ênfase ao setor ofensivo na atividade desta terça-feira (Foto: Gustavo Rotstein)

Na manhã desta terça-feira apenas o time titular foi a campo. Além dos goleiros Jefferson, Renan e Helton Leite, treinaram Diego, Renan Fonseca, Diego Giaretta, Carleto, Dierson, Willian Arão, Octávio, Diego Jardel, Sassá, Luis Henrique e Neilton. Os demais vão trabalhar à tarde, num jogo-treino contra o Duque de Caxias.


No treino, Ricardo Gomes optou por um trabalho em campo reduzido, no qual exigiu rápidas decisões para vencer a marcação adversária e chegar ao gol. No fim, os atletas trabalharam as finalizações, tentando ajustar a pontaria para reencontrar a rede rival.


Luis Ricardo foi novamente a campo para seguir com o tratamento de lesão na coxa esquerda. O lateral-direito chegou a fazer uma atividade com bola, mas segue na transição do departamento médico para a preparação física. O clube ainda não dá uma previsão de volta.

Por Gustavo Rotstein Rio de Janeiro/GE