terça-feira, 4 de agosto de 2015

Presidente do Botafogo explica decisão de colocar quinteto no grupo B


Carlos Eduardo Pereira explicou situação de jogadores que estão fora dos planos da comissão técnica, a princípio



Cidinho em treino do Botafogo
(Foto: Paulo Sergio/LANCE!Press)
O presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, explicou a decisão do departamento do futebol, de afastar cinco jogadores do elenco principal para o grupo B, formado por atletas não aproveitados pela comissão técnica. O mandatário alvinegro evitou usar a palavra 'afastamento' e contou que Cidinho e Andreazzi vão receber uma atenção especial para melhor entender os problemas com lesões. Já o jovem volante Sidney deve ser emprestado em breve.


- Não há esta situação de afastamento, parece que eles foram alijados. Andreazzi e Cidinho tem sofrido com muitas contusões. Observamos que se eles continuassem no grupo, não conseguiriam um processo de recuperação adequada. Eles dois vão receber uma atenção adequada aos problemas que vêm apresentando. O Sidney está disponível para empréstimo - comentou o mandatário, durante o programa Seleção SporTV.

Assim como René Simões, o presidente do Botafogo deixou no ar a situação do meia Jefferson Paulista, que também foi afastado. De acordo com o ex-treinador do Glorioso, o jogador tem grande potencial, mas também tem um problema extracampo. O mandatário alvinegro não contou qual é o

- Sobre o Jefferson Paulista, esperamos que ele consiga superar alguns problemas - limitou-se a dizer Carlos Eduardo Pereira.

Recentemente, Jefferson Paulista recebeu uma proposta da Portuguesa para deixar o Botafogo, mas o clube carioca não liberou o atleta.

O goleiro Milton Raphael também foi afastado do elenco principal. Ele deve ser negociado com outro clube em breve. No início deste ano, ele defendeu o Sampaio Corrêa-MA.

Leia mais no LANCENET!